Imagem da matéria: FBI encontra US$ 154 milhões de funcionário que roubou Sony e converteu em bitcoin
Foto: (Reprodução/Flickr)

O Departamento de Justiça dos EUA (ou DOJ, na sigla em inglês) anunciou a abertura de uma denúncia civil de perda para recuperar mais de US$ 150 milhões de fundos desviados em bitcoin (BTC).

O Departamento Federal de Investigação (ou FBI) rastreou os fundos durante uma investigação de roubo envolvendo a Sony.

Publicidade

“Os Estados Unidos tomaram medidas em um tribunal federal hoje para proteger e, no futuro, devolver mais de US$ 154 milhões em fundos que foram alegadamente roubados de uma subsidiária da Sony Group Corporation, sediada em Tóquio e, em seguida, confiscados por autoridades durante a investigação do FBI do roubo”, afirmou o DOJ.

Um funcionário da Sony alegadamente desviou esses fundos em maio de 2021, convertendo-os em mais de 3,8 mil BTC (agora, equivalentes a mais de US$ 180 milhões).

“Esses fundos foram confiscados pelas autoridades em 1º de dezembro de 2021, com base na investigação do FBI”, acrescentou o departamento.

O nome do funcionário da Sony, divulgado pelo DOJ, é Rei Ishii. Ishii foi funcionária da Sony Life Insurance Company Ltd, uma subsidiária do Sony Group.

Os fundos roubados da Sony e convertidos em bitcoin

De acordo com o DOJ, Ishii alegadamente desviou os US$ 154 milhões quando a empresa tentou transferir esses fundos entre suas próprias contas financeiras.

Publicidade

O DOJ afirma que Ishii falsicou transações, fazendo com que os fundos fossem desviados de uma conta controlada pela empresa a uma que Ishii controlava em um banco na Califórnia.

Em seguida, Ishii alegadamente converteu os fundos em bitcoin. A denúncia civil de perda também foi aberta na Califórnia para proteger os fundos da Sony.

A investigação do FBI obteve “assistência significativa” de outras entidades policiais, incluindo a Agência Nacional de Polícia do Japão, a Polícia Metropolitana de Tóquio e a Unidade de Promotores sobre Crimes Emergentes do Japão.

Sony e Citibank também auxiliaram na investigação. Ambas as empresas “contataram imediatamente e cooperaram com as autoridades assim que o roubo foi detectado”, afirmou Suzanne Turner, agente especial em comando no FBI.

Publicidade

“É nossa intenção devolver o dinheiro roubado à vítima desse roubo audacioso e as ações de hoje nos ajudam a fazer isso”, afirmou Randy Grossman, procurador-geral interino dos EUA.

“Você não pode depender de criptomoedas para esconder seus ganhos ilícitos das autoridades. Os Estados Unidos coordenam extensivamente com seus parceiros internacionais para impedir crimes e recuperar fundos roubados”, acrescentou.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram