Imagem da matéria: Exchange FTX compra Blockfolio por US$ 150 milhões
Imagem: Reprodução/Divulgação

A exchange americana FTX, plataforma de derivativos apoiada pela Binance, adquiriu, por US$ 150 milhões (cerca de R$ 800 milhões) a Blockfolio, um aplicativo móvel e gratuito de rastreamento de portfólio e notícias de criptomoedas com 6 milhões de usuários.

“Quero agradecer Edward Moncada e Blockfolio por acreditar em nós e estender meus agradecimentos a todos os que nos apoiaram ao longo do caminho e a todos que estão conosco nessa jornada”, escreveu no Twitter na quarta-feira (25), Sam Bankman-Fried, CEO da FXT.

Publicidade

De acordo com o comunicado da Blockfolio, nada vai mudar no aplicativo, que seguirá independente, mas que até o final do ano será lançada uma nova experiência. Segundo a nota, para negociação de varejo com tecnologia FTX.

“O Blockfolio continuará a operar como um aplicativo independente e nada mudou sobre a seriedade com que levamos seus dados e privacidade”, diz a nota, acrescentando:

“De maneira nenhuma a história da Blockfolio termina com essa aquisição. Estamos nos associando a uma das empresas mais dinâmicas do mercado. As apostas na criptoeconomia estão prestes a ficar muito maiores, a comunidade de usuários de criptomoedas logo se tornará muito maior e, juntos, as possibilidades que podemos construir são infinitas”.

A FTX, que sempre prega seu lema “construída por traders para traders”, é uma exchange mais direcionada para os profissionais do mercado de criptomoedas. Isso porque sua plataforma permite a negociação de mercados de futuros e ainda oferece tokens ERC-20 que rastreiam a volatilidade do bitcoin.

Publicidade

No ano passado, recebeu investimento da Binance, que acordou também realizar ações para agregar a longo prazo o token nativo da exchange, o FTT.

FTX foi criada durante crise

A empresa começou a ser criada num período de recessão do mercado de criptomoedas, entre 2018 e 2019. No ano passado foi lançada, “sem nenhum volume”, disse Bankman-Fried. “Isso é o que acontece quando você lança uma nova bolsa”, acrescentou, em uma série de tuítes.

Hoje, segundo Bankman-Fried, a empresa que tem US$ 1 bilhão em volume diário, quer chegar a US$ 10 bilhões. O plano, disse, é chegar às instituições, aos agregadores de volume, grandes negociadores — “chegar ao varejo e grudar”, escreveu.

O Blockfolio é um pouco mais velho. Lançado em 2014 como um aplicativo com serviço gratuito de rastreamento de portfólio, hoje oferece suporte para criptoativos em centenas de plataformas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Chefe de criptoativos e cibernética da SEC deixa o regulador

Chefe de criptoativos e cibernética da SEC deixa o regulador

David Hirsch, que liderou a Unidade de Criptoativos e Cibernética da SEC na Divisão de Execução, deixou a agência após servir por nove anos
Imagem da matéria: Robinhood compra a exchange de criptomoedas Bitstamp por US$ 200 milhões

Robinhood compra a exchange de criptomoedas Bitstamp por US$ 200 milhões

Espera-se que o acordo em dinheiro de US$ 200 milhões seja fechado no primeiro semestre de 2025, sujeito a aprovações regulatórias
Imagem da matéria: Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

A Bakkt recorreu à ajuda de um consultor financeiro para tomar a decisão, embora ainda não tenha definido o seu próximo passo
Imagem da matéria: IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

CEO da ERCOT, que controla a rede elétrica do Texas, disse que nos próximos seis anos a capacidade do estado vai precisar praticamente dobrar