Ratoeira com moeda de bitcoin
Shutterstock

Outro golpista de criptomoedas que lucrou fortemente com o hype do setor em 2017 nos EUA agora está enfrentando as consequências de seus crimes, 41 meses depois de ter sido acusado pela Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities (CFTC) dos EUA, em fevereiro de 2020.

A CFTC anunciou na quarta-feira (28) o a condenação do ex-corretor da bolsa de valores de Nova York (NYSE), Michael Ackerman, que operava a pirâmide financeira Q3 Holdings.

Publicidade

O ex-trader está proibido de negociar ou registrar-se em quaisquer mercados regulamentados pela CFTC. Além disso, ele deve pagar US$ 27 milhões em restituição às vítimas que fraudou, além de outros US$ 27 milhões como penalidade monetária civil por executar um esquema fraudulento de negociação de ativos digitais. As multas somam US$ 54 milhões, o equivalente a cerca de R$ 260 milhões.

O homem de 54 anos se declarou culpado de fraude eletrônica em setembro de 2021. Como parte de seu acordo de confissão, Ackerman já havia concordado em restituir US$ 30,6 milhões e com o confisco de seus ativos no valor de pelo menos US$ 36 milhões.

Como funcionava o esquema

As autoridades dizem que, entre agosto de 2017 e dezembro de 2019, Ackerman enganou os investidores por meio de sua empresa Q3 Holdings com promessas de retornos mensais de 15%.

A Q3 prometeu entregar esses retornos através de seu algoritmo de negociação proprietário, negociando Bitcoin e outros ativos digitais.

Ele solicitou com sucesso pelo menos US$ 33 milhões de mais de 150 investidores, provenientes predominantemente de grupos médicos do Facebook, de acordo com a CFTC.

Publicidade

Em dezembro de 2019, Ackerman afirmou que o fundo havia crescido nove vezes, para aproximadamente US$ 315 milhões — um retorno espetacular, dados os preços de mercado no final da bolha do mercado cripto em 2017.

Na época, a capitalização total do mercado de criptoativos havia caído de seu recorde histórico de 2018 de US$ 850 bilhões para US$ 200 bilhões.

A CFTC afirma que, para enganar os investidores e os parceiros dos fundos limitados, Ackerman fabricou capturas de tela e demonstrações contábeis que representavam falsamente a carteira do fundo.

A informação falsificada foi então transmitida pelos seus sócios, o ex-funcionário da Wells Fargo Advisors, James Seijas, e o Cirurgião Geral da Flórida, Quan Tran.

Publicidade

No entanto, Seijas e Tran também foram aparentemente enganados pelo próprio Ackerman. Os parceiros da Ackerman alegaram ter descoberto apenas posteriormente grandes discrepâncias nos valores reais dos ativos do fundo em relação ao que a Ackerman lhes tinha dito.

Na realidade, menos de US$ 10 milhões do dinheiro arrecadado foram efetivamente investidos. Em vez disso, Ackerman usou o dinheiro para ganho pessoal em carros, jóias, viagens e propriedades privadas, incluindo um terreno de 150 acres em Montana e uma casa de praia de US$ 3 milhões na Flórida.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: El Salvador lança site de Bitcoin e revela quantas criptomoedas possui hoje; confira

El Salvador lança site de Bitcoin e revela quantas criptomoedas possui hoje; confira

Segundo os dados do mempool, El Salvador comprou 30 bitcoins no último mês
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

A volta do hype da GameStop desencadeou a criação de milhares de memecoins – uma delas saltou 1.900% na tarde passada