Imagem da matéria: EUA derrubam pirâmide com criptomoedas que usou dinheiro dos clientes para pagar vida luxuosa de golpistas
Shutterstock

Mais um dia, mais uma ação cripto da SEC, a Comissão de Valores Mobiliários do EUA. Na segunda-feira (6), o regulador americano anunciou uma ação de emergência contra a consultoria de investimentos BKCoin Management devido a um suposto esquema de fraude e pirâmide financeira.

A SEC alega que a BKCoin Management, com sede em Miami, arrecadou US$ 100 milhões de pelo menos 55 investidores para investirem em uma criptomoeda – mas, ao invés disso, usou o dinheiro em itens de luxo e fazer pagamentos pessoais.

Publicidade

Um dos diretores da BKCoin Management, Kevin Kang, desviou parte do dinheiro dos investidores para pagar férias e um apartamento, além de falsificar documentos, diz a SEC.

O diretor do Escritório Regional de Miami da SEC, Eric Bustillo, disse que os “réus se apropriaram indevidamente de seu dinheiro, criaram documentos falsos e até se envolveram em condutas do tipo Ponzi”.

“Como alega a denúncia, os réus desconsideraram a estrutura dos fundos, misturaram os ativos dos investidores e usaram mais de US$ 3,6 milhões para fazer pagamentos do tipo Ponzi para financiar os investidores iniciais”, acrescentou o anúncio da SEC – ou seja, usaram o dinheiro de novos entrantes para pagar os antigos.

Medidas emergenciais

A SEC informou hoje que já congelou ativos e obteve outras medidas emergenciais contra a empresa. A Comissão agora busca liminares permanentes contra a BKCoin e Kang, além de restituição, juros e uma penalidade civil de ambos os réus. Ele também busca uma ordem judicial e uma liminar contra Kang.

Publicidade

A SEC há anos adota uma postura dura contra a indústria de criptomoedas. Desde 2018, a Comissão tem como alvo as vendas de tokens e ICOs, uma forma de arrecadação de fundos em cripto, como vendas de títulos não registrados. A SEC, agora sob o comando de Gary Gensler, intensificou a repressão, e Gensler deixou claro que acredita que essencialmente todas as moedas e tokens – exceto o Bitcoin – são títulos não registrados.

Muitas empresas de alto perfil agora estão sendo visadas. Em janeiro, a Comissão acusou a Genesis e a Gemini de oferecer valores mobiliários não registrados. No início deste mês, também multou a exchange Kraken em US$ 30 milhões por violar as leis de valores mobiliários.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

LIFT Lab do BC retorna com edição focada em blockchain, tokenização e cripto

Desde 2018, projetos que chegaram na fase de aceleração do LIFT Lab receberam R$ 400 milhões da iniciativa privada para serem desenvolvidos
Imagem da matéria: Em evento na Europa, Vitalik Buterin discute melhorias cruciais para evolução do Ethereum

Em evento na Europa, Vitalik Buterin discute melhorias cruciais para evolução do Ethereum

Além de uma palestra de Vitalik Buterin, evento focado em Ethereum mostrou a força do Brasil na comunidade e reconhecimento como um hub na América Latina
Imagem da matéria: Sydney Sweeney tem Twitter hackeado para divulgação de golpe cripto

Sydney Sweeney tem Twitter hackeado para divulgação de golpe cripto

Mais um dia, mais um hack de celebridade: a atriz Sydney Sweeney teve sua conta no X invadida (novamente!) para promover um golpe de pump-and-dump
Tela de celular do Telegram

Telegram acaba de tornar mais fácil “farmar” jogos cripto como Hamster Kombat

Alternando entre Hamster Kombat, Yescoin, PixelTap, Catizen e outros jogos do Telegram? Trocar agora é muito mais simples