Imagem da matéria: EUA derrubam pirâmide com criptomoedas que usou dinheiro dos clientes para pagar vida luxuosa de golpistas
Shutterstock

Mais um dia, mais uma ação cripto da SEC, a Comissão de Valores Mobiliários do EUA. Na segunda-feira (6), o regulador americano anunciou uma ação de emergência contra a consultoria de investimentos BKCoin Management devido a um suposto esquema de fraude e pirâmide financeira.

A SEC alega que a BKCoin Management, com sede em Miami, arrecadou US$ 100 milhões de pelo menos 55 investidores para investirem em uma criptomoeda – mas, ao invés disso, usou o dinheiro em itens de luxo e fazer pagamentos pessoais.

Publicidade

Um dos diretores da BKCoin Management, Kevin Kang, desviou parte do dinheiro dos investidores para pagar férias e um apartamento, além de falsificar documentos, diz a SEC.

O diretor do Escritório Regional de Miami da SEC, Eric Bustillo, disse que os “réus se apropriaram indevidamente de seu dinheiro, criaram documentos falsos e até se envolveram em condutas do tipo Ponzi”.

“Como alega a denúncia, os réus desconsideraram a estrutura dos fundos, misturaram os ativos dos investidores e usaram mais de US$ 3,6 milhões para fazer pagamentos do tipo Ponzi para financiar os investidores iniciais”, acrescentou o anúncio da SEC – ou seja, usaram o dinheiro de novos entrantes para pagar os antigos.

Medidas emergenciais

A SEC informou hoje que já congelou ativos e obteve outras medidas emergenciais contra a empresa. A Comissão agora busca liminares permanentes contra a BKCoin e Kang, além de restituição, juros e uma penalidade civil de ambos os réus. Ele também busca uma ordem judicial e uma liminar contra Kang.

Publicidade

A SEC há anos adota uma postura dura contra a indústria de criptomoedas. Desde 2018, a Comissão tem como alvo as vendas de tokens e ICOs, uma forma de arrecadação de fundos em cripto, como vendas de títulos não registrados. A SEC, agora sob o comando de Gary Gensler, intensificou a repressão, e Gensler deixou claro que acredita que essencialmente todas as moedas e tokens – exceto o Bitcoin – são títulos não registrados.

Muitas empresas de alto perfil agora estão sendo visadas. Em janeiro, a Comissão acusou a Genesis e a Gemini de oferecer valores mobiliários não registrados. No início deste mês, também multou a exchange Kraken em US$ 30 milhões por violar as leis de valores mobiliários.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin deve cair mais após o halving, avalia JPMorgan

Bitcoin deve cair mais após o halving, avalia JPMorgan

Avaliação do JPMorgan é que o Bitcoin está sobrecomprado e que o mercado já precificou o halving nos últimos meses
Imagem da matéria: FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

Dashjr, cofundador do pool de mineração Ocean, teve um montante de Bitcoin roubado que hoje vale mais de US$ 14 milhões
Imagem da matéria: OKX corta taxas de negociação e introduz taxa negativa no Brasil; entenda

OKX corta taxas de negociação e introduz taxa negativa no Brasil; entenda

Segundo a OKX, haverá um modelo de níveis em que usuários poderão ter taxas de maker negativas ou zeradas dependendo do saldo na exchange
moedas de bitcoin e ethereum sobre mesa envernizada

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 70 mil e Ethereum desacelera após maior salto em mais de um mês

Traders de criptomoedas pisam no freio nesta terça-feira (9) depois do rali do Ethereum durante a madrugada