Imagem da matéria: Ethereum bate em US$ 3 mil, maior marca em 22 meses
(Imagem: Shutterstock)

A Ethereum (ETH) alcançou nesta terça-feira (20) a cotação de US$ 3 mil pela primeira vez desde abril de 2022, pouco antes de todo o mercado de criptomoedas entrar em um rigoroso mercado de baixa.

O preço do ETH já caiu para US$ 2.901, segundo dados do CoinMarketCap, representando uma desvalorização de 1% nas últimas 24 horas. Ao longo da última semana, aumentou 11%.

Publicidade

A última vez que a segunda maior criptomoeda atingiu a marca de US$ 3 mil foi há quase 22 meses. Um mês depois, o projeto de cripto Terra colapsou, levando o preço de cada moeda e token digital junto. O ETH tem lutado para se recuperar desde então.

Muito está acontecendo no mundo do Ethereum hoje, no entanto, e há mais interesse no ativo do que antes. Um número de gestores de fundos de Wall Street de alto perfil propuseram fundos de investimento negociados em bolsa (ETFs) de ETH à vista para a Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio.

Se aprovado, investidores tradicionais teriam acesso ao ETH de uma maneira segura e regulamentada. Gigantes como BlackRock, Grayscale e VanEck esperam receber luz verde do regulador.

No mês passado, o banco multinacional britânico Standard Chartered projetou que um ETF de ETH à vista provavelmente será aprovado até maio — e então seu preço só aumentará.

Publicidade

A rede do ETH também está prestes a passar por uma atualização vital, chamada “Dencun”. A melhoria trará o “proto-danksharding” para o blockchain, prometendo torná-lo mais rápido e mais barato de usar.

Porém, o Ethereum ainda está bem abaixo de sua máxima histórica de novembro de 2021 de US$ 4.878.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

ETF de Ethereum tem 50% de chance de ser aprovado em maio, diz JP Morgan

O gigante bancário é o último a reduzir suas expectativas em relação à revisão das propostas da SEC para oferecer fundos vinculados ao preço do ETH