Imagem da matéria: Empresas de criptomoedas se unem para lançar “fundo 3.0” no Brasil
Foto: Shutterstock

O mercado brasileiro ganha em janeiro de 2024 um novo fundo de investimento em criptomoedas: o Token Fund I.

Esse produto representa a parceria de quatro empresas. A Nousi Finance, controlada por Andrey Nousi, será a responsável pela consultoria do fundo e pelas recomendações da carteira do portfólio, bem como as operações que serão realizadas. 

Publicidade

A Genezys, plataforma de investimentos regulada pela CVM, fará a tokenização da oferta, enquanto o banco Topázio será responsável pelo câmbio dos recursos captados e a BitGo pela custódia. 

O grupo anunciou o Token Fund I como um “Fundo 3.0” de cripto que, embora seja uma nova categoria de investimentos, “possui uma estrutura similar à de um fundo tradicional, mas com facilidade de distribuição de dividendos e desbloqueio de liquidez para os investidores, regulado nos moldes da CVM 88”.

O comunicado da empresa explica a ideia de fundo 3.0 da seguinte forma: “Nesse modelo, ele garante ao investidor maior possibilidade de liquidez, automatização de recebimento de lucros e dividendos, democratizam o acesso a mais pessoas com possibilidade de investimentos menores, reduzem os riscos de uma investida sem a gestão profissional, além de serem isentos da taxação dos fundos tradicionais, os famosos come-cotas.”

O Token Fund I garante ser mais acessível, uma vez que não será limitado a investidores qualificados que possuem mais de R$ 1 milhão investidos. Além disso, promete chegar com um mercado secundário estruturado.

“Nesse formato do Fundo 3.0, investidor terá acesso a um mercado subsequente para negociar suas cotas diretamente com outros investidores ativos da plataforma de maneira imediata, o que trará mais liquidez”, diz Andrey Nousi.

Publicidade

Richard Warrior, CEO da Genezys, explica que o Token Fund I está baseado na resolução 88 da CVM, que assegura a divulgação das informações sobre os emissores e seus valores mobiliários. 

“Conseguimos ter mais escala do que uma corretora, e ainda pagar até três vezes mais comissão para os distribuidores das ofertas. O investidor final poderá aumentar sua rentabilidade e pagar menos taxas, com produtos similares aos de uma casa tradicional, mas em uma estrutura nova, esse é o poder dos Fundos 3.0. Não criamos um produto novo, apenas melhoramos o processo com muita tecnologia e regulamentação” afirma Warrior.

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Manhã Cripto: Trump vai participar da maior conferência de Bitcoin do mundo

Donald Trump estará na Bitcoin Conference 2024, que acontece em Nashville no final deste mês
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Partido de Trump lança programa que visa impulsionar a inovação com criptomoedas

Documento faz menções contra CBDCs e a favor da mineração de Bitcoin
Imagem da matéria: “Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

“Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

Marlon Gonzalez, o “Playboy do Bitcoin”, disse ter sido sequestrado, roubado e agredido, mas segundo o MP tudo não passou de um esquema
Imagem da matéria: 228 sites de projetos DeFi estão sob risco de ataque DNS; entenda

228 sites de projetos DeFi estão sob risco de ataque DNS; entenda

Embora a extensão total do sequestro ainda não seja conhecida, centenas de sites de protocolo DeFi ainda estão em risco, disse a Blockaid