mineração, criptomoedas, hash, NiceHash, Nvidia, GPU
(Foto: Shutterstock)

A NiceHash, plataforma que funciona como um marketplace de mineração de criptomoedas, afirmou ter desenvolvido um software capaz de quebrar 100% o limitador de taxa de hash em GPUs, também chamado de “Lite Hash Rate”, ou LHR. A novidade foi publicada no último sábado (07) no blog da empresa.

“Estamos muito empolgados em anunciar que o NiceHash QuickMiner (Excavator) é o primeiro software de mineração a DESBLOQUEAR TOTALMENTE (100%) placas LHR”, afirmou a empresa.

Publicidade

O suporte para o aplicativo NiceHash Miner, no entanto, diz o anúncio, ainda não está disponível, mas que será lançado em breve. A empresa acrescentou que a nova função só vai funcionar para a versão “QuickMiner v0.5.4.0.

“O NiceHash Miner ainda não suporta o desbloqueio 100% da LHR. Espere uma atualização de plugin no NiceHash Miner após o lançamento do QuickMiner.

Com a liberação total de hashes de placas de mineração,a  atividade torna mais vantajosa do que a mineração direta em um pool de mineração, explica a nota, ressaltando que softwares não são capazes de liberar toda a capacidade do seu hardware.

Limitador de hash em GPUs

Desbloquear ou burlar o ‘Lite Hash Rate’ sempre foi o desejo dos mineradores caseiros de criptomoedas. Isso porque com o uso do poder total do dispositivo de mineração aumenta a capacidade de processamento. No entanto,  o uso de 100% de hash também diminui a vida útil da GPU.

Publicidade

O limitador imposto em produtos da Nvidia já foi estudado inclusive por hackers. No início deste ano, por exemplo, invasores responsáveis pela violação de dados que a Nvidia na época afirmaram que tinham um driver que desbloqueava as limitações colocadas nas placas de vídeo RTX 3000 da fabricante.

A Nvidia desenvolveu o limitador como uma tentativa de tornar suas placas de vídeo “menos atraentes” para mineradores e ao mesmo tempo desencorajar gamers a entrar para a atividade de mineração. Um dos motivos foi a grande procura de GPUs Nvidia para mineração, o que causou escassez do produto no mercado, principalmente no ano passado

Apesar de máquinas para a mineração de bitcoin (BTC) terem migrado para máquinas mais poderosas com chip de circuito integrado de aplicação específica (ASICs), a mineração com placas de vídeo ainda é economicamente viável para mineradores caseiros de ethereum classic  (ETC) por exemplo.

Outro estudo sobre placas de mineração

No mês passado, o alemão Igor Wallossek, fundador da empresa de TI igor’sLAB, publicou um artigo explicando como modificar uma placa da Nvidia para torná-la mais eficiente no consumo de energia. Apesar do mesmo objetivo, no teste não foi usado qualquer software novo.

Publicidade

Wallossek considerou a placa NVIDIA GeForce RTX 3090 Ti SUPRIM X para mudar seu consumo de 500 Watts para 300 Watts, mantendo seu poder de computação. 

A alteração, contudo, já é conhecida por especialistas no setor e se chama overclocking.

“Esse ajuste a gente tem que fazer placa por placa. Já existe uma tabela de overclock padrão; algumas placas aceitam um pouquinho mais, outras um pouquinho menos”, disse Denny Torres ao Portal do Bitcoin na época.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Manhã Cripto: Ethereum sobe 2,6% e flerta com US$ 4 mil; PEPE bate novo recorde

Com ganhos de 10% no dia, PEPE foi capaz de atingir um novo preço recorde de US$ 0.000017
Moedas de ethereum à frente de ilustração de cadeado

A SEC vai finalmente aprovar os ETFs de Ethereum? Entenda

Vence no fim desta semana o prazo para a SEC aprovar ou não alguns pedidos de ETFs de Ethereum e a expectativa agora é mais positiva do que nunca
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance
Imagem da matéria: Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de "copia e cola"

Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de “copia e cola”

Após derrubar o preço da memecoin NORMIE, hacker ofereceu devolver fundos se os criadores do projeto fizerem melhorias no código