Imagem da matéria: Empresa Francesa Cria Aquecedor Que Minera Bitcoin
O modelo QC-1 tem um consumo de até 650 watts e produz 60 MH/s de hashrate (Foto: Divulgação)

A empresa francesa Qarnot criou um novo modelo de aquecedor, o “Crypto-Heater” que é a fusão de um aparelho aquecedor elétrico e um servidor de computação de alto desempenho para mineração de criptomoedas.

O aquecedor por dentro, além de ter seus componentes eletrônicos habituais, possui também um computador passivo otimizado para mineração. No processo, que requer muita energia, é que comum que as máquinas produzam bastante calor. O que o aparelho faz é usá-lo para melhorar a temperatura da casa. O produto tem um consumo de até 650 watts e produz 60 MH/s de hashrate. O valor aproximado é de US$ 3.570 .

Publicidade

A empresa fabricante alega que o sistema de mineração é bem simples. Basta conectar o aparelho na rede de energia e na internet, sincronizar com o aplicativo indicado pela empresa e fornecer o endereço de carteira da criptomoeda que deseja minerar. E assim, gradualmente, o equipamento vai enviando 100% do que está sendo minerado para o endereço informado. A companhia não tem nenhuma participação nos ganhos.

Ainda de acordo com a empresa, o equipamento foi projetado justamente para que os usuários possam recuperar parte ou até mesmo todo o custo de energia que aquecedores geralmente acarretam. Desse modo o conjunto aprimorado faz da fonte de calor uma fonte de renda, pois, segundo o site Techcrunch, com esse tipo de aquecedor pode-se minerar até 120 dólares por mês (baseado no valor do Ethereum).

Conforme informações na descrição do produto no site da Qarnot, pelo Crypto-Heater é possível acompanhar a mineração por meio do LED do aparelho e no smartphone e ainda ativar um modo de reforço de aquecimento quando o clima estiver frio. Ao contrário das máquinas de mineração tradicionais, o site da empresa diz que o ‘aquecedor-minerador’ é silencioso.

A ideia de Crypto-Heater é apenas uma extensão do aquecedor de computação Q.rad lançado pela empresa em 2013 o qual se tornou bastante conhecido. Assim o projeto arrecadou cerca de 4,5 milhões de euros através de empresas de risco e foi executado.

Publicidade

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas