Imagem da matéria: Empresa de seguros com blockchain é aprovada em Sandbox da Susep
Foto: Shutterstock

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) divulgou nesta quinta-feira (08), por meio de um release, os 11 projetos que foram habilitados a participar do Sandbox Regulatório. Dentre eles, está o da empresa de seguros com blockchain 88i.

A 88i é uma InsurTech que busca inovar e democratizar a contratação de seguros de forma digital, sem corretor e sem burocracia. A empresa já atua em 3 diferentes países desde 2018, no Brasil, na Suíça e na Estônia.

Publicidade

O Sandbox regulatório permitirá a 88i e outras 10 empresas a atuar por até 3 anos com menor custo regulatório a fim de flexibilizar a inovação. Se trata de um ambiente experimental promovido justamente para remover barreiras à inovação na atuação de empresas, facilitando processos, custos e regulamentos.

Para participar deste Sandbox, empresas apresentaram projetos que propõem novidades tecnológicas e processuais para o mercado de seguros no Brasil, que possibilitam novos produtos, formas de contratação e relacionamento com usuários.

O projeto apresentado pela 88i diz respeito à oferta de seguros para o Impedimento para o trabalho, perda de renda, acidentes pessoais individual, celular e outros, automóveis (casco) e deslocamento de volumes, bagagem e objetos em circulação.

“O Sandbox Regulatório é uma iniciativa fundamental nesse contexto. Esperamos resultados que beneficiem diretamente a vida dos consumidores, com produtos e serviços mais simples, de fácil uso e mais intensivos em tecnologia”, afirmou o diretor técnico na Susep Rafael Scherre.

Publicidade

O diretor técnico Eduardo Fraga também afirmou que “foram selecionadas propostas de modelos de negócios com várias características aderentes ao ambiente regulatório experimental e que vão ao encontro do seu efetivo objetivo, que é possibilitar, sob a supervisão da Susep, a introdução de novos serviços, novas formas de prestar serviços tradicionais no mercado de seguros ou novos produtos, sempre com foco no benefício ao consumidor e sua experiência com seguro e, dessa forma, aumentar sua cobertura e a penetração no país”.

As 11 empresas e seus projetos de seguros selecionados são:

  • 88i – Impedimento para o trabalho / perda de renda; acidentes pessoais individual; celular e outros; auto (casco); deslocamento de volumes/bagagem / objetos em circulação.
  • COOVER – Animais domésticos (aplicação de vacinas, atendimentos ambulatoriais, cirurgias, consulta urgência e emergência, consultas de rotina, exames laboratoriais/imagens e internação).
  • EMOTION – Acidentes pessoais (morte acidental).
  • FLIX – Compreensivo residencial.
  • IZA – Acidentes pessoais (invalidez permanente total ou parcial por acidente, reembolso de despesas médico-hospitalares e odontológicas por acidente, complemento de diárias por incapacidade temporária por acidente. Cobertura adicional: funeral).
  • KOMUS – Celulares, notebooks, tablets, câmeras e outros aparelhos eletrônicos.
  • MAG – Acidentes pessoais individual (morte acidental e invalidez permanente total por acidente, incluindo vítimas de crime; compreensivo residencial.
  • PIER – Celulares, notebooks, tablets, câmeras e outros aparelhos eletrônicos; automóvel (casco).
  • SPLIT RISK – Automóvel (casco, acidentes pessoais de passageiros e assistência e outras coberturas).
  • STONE – Compreensivo residencial; funeral (morte natural ou acidental); acidentes pessoais (morte acidental e invalidez permanente por acidente); patrimonial paramétrico.
  • THINKSEG – Automóvel (casco).
VOCÊ PODE GOSTAR
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas
Sam Bankman-Fried da FTX falando em vídeo

Criador da FTX vai mudar de presídio nos Estados Unidos

Transferência de presídio pode durar até um mês nos EUA, com o detento sendo levado para várias penitenciárias até chegar ao destino final
Imagem da matéria: Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de "copia e cola"

Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de “copia e cola”

Após derrubar o preço da memecoin NORMIE, hacker ofereceu devolver fundos se os criadores do projeto fizerem melhorias no código
Sheik das criptomoedas Francisley Valdevino

Sheik das Criptomoedas usou “Banco do Crime” para lavar R$ 600 mil da pirâmide Rental Coins

Autoridades apontam a Cash Back como um dos maiores esquemas de lavagem de dinheiro em São Paulo