Congelamento
Shutterstock

A Wyre, uma empresa de pagamentos com criptomoedas com sede em São Francisco, nos EUA, está implementando limites de retirada para contas de usuários, citando “o melhor interesse de nossa comunidade”.

“Estamos modificando nossa política de retirada. Embora os clientes continuem podendo sacar seus fundos, neste momento, estamos limitando os saques a 90% dos fundos atualmente em cada conta do cliente, sujeito aos limites diários atuais”, disse a Wyre em um post no Twitter.

Publicidade

De acordo com o site da Wyre, os limites diários de retirada são de cinco bitcoins e 50 ethers, bem como o equivalente a US$ 20 mil em tokens USDC, DAI ou Wrapped Ethereum (WETH).

A mudança segue a tendência apontada em reportagens da semana passada de que a Wyre estava se preparando para fechar a plataforma de negociação este mês. Embora a empresa tenha recusado as alegações feitas por dois ex-funcionários, a companhia disse que “irá recuar” para planejar seus próximos passos.

A reformulação da Wyre

Juntamente com a imposição de limites de retirada, a Wyre anunciou mudanças importantes em sua estrutura administrativa, que colocaram o CEO Ioannis Giannaros em uma nova função como presidente executivo da empresa.

De acordo com a empresa, em sua nova função, Giannaros “continuará a fornecer orientação e suporte valiosos à Wyre”.

Stephen Cheng, que anteriormente ocupou os cargos de diretor de risco e diretor de conformidade da Wyre, foi nomeado CEO interino, com a empresa dizendo que seu conjunto de habilidades “o torna adequado para liderar nossa empresa”.

Publicidade

“Nossas operações continuam e compartilharemos as informações com a comunidade assim que estiverem disponíveis”, acrescentou Wyre.

MetaMask remove a Wyre

Em outro sinal de mais problemas potenciais para a empresa, a popular carteira de criptomoedas MetaMask anunciou na semana passada a remoção do Wyre de seu agregador móvel, que permite aos usuários comprar ativos digitais diretamente por meio de sua extensão.

Fundada em 2013, a Wyre quase foi adquirida pela startup de comércio eletrônico Bolt por US$ 1,5 bilhão no ano passado.

O suposto acordo foi cancelado em setembro passado, com as duas partes permanecendo como negócios independentes enquanto firmavam um acordo comercial que viu a Bolt concordar em integrar a solução de um clique da Wyre em sua plataforma de clientes.

*Traduzido com autorização do Decrypt

Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programaTokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

As novidades ampliam as opções de investimento na plataforma que já somam mais de 220 ativos
Imagem da matéria: Investidor acende alerta da comunidade ao ser hospitalizado após tentar fazer memecoin viralizar

Investidor acende alerta da comunidade ao ser hospitalizado após tentar fazer memecoin viralizar

O usuário foi atingido por fogos de artifício em uma live de divulgação do seu token
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido