Imagem da matéria: Empresa de criptomoedas expõe nomes e transações de milhares de clientes em processo na Justiça
(Foto: Shutterstock)

Uma das empresas mais conhecidas de empréstimos de criptomoedas, a Celsius, revelou os nomes e o histórico de transações de centenas de milhares de seus clientes em um processo judicial.

documento de 14.500 páginas continha informações como nomes de clientes, IDs de carteiras cripto, tipos e valores de transações, quais serviços o cliente havia usado, além dos tipos e quantidades de tokens mantidos.

Publicidade

O vazamento de dados dos usuários já recebeu uma gigantesca reprovação nas redes sociais. Nick Hansen, CEO e cofundador da Luxor, disse no Twitter: “Este vazamento Celsius pode ser considerado como uma das maiores violações de informações de clientes de todos os tempos.”

A Celsius ainda não forneceu qualquer explicação sobre a razão pela qual este nível de informação foi revelado e se foi exigido pelo Tribunal.

Essa notícia surge depois que a Celsius anunciou um pedido de recuperação judicial para evitar falência em julho de 2022, revelando um rombo de US$ 1,2 bilhão em seu balanço.

Atualmente, a empresa está leiloando os seus ativos remanescentes como parte das suas tentativas de pagar as dívidas aos investidores. Um administrador externo também foi nomeado para supervisionar os processos judiciais da empresa. O CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, foi apontado como um provável comprador dos ativos da Celsius.

Publicidade

Executivos da Celsius saem com lucro

O processo judicial também fornece mais detalhes sobre como os principais executivos da empresa podem ter retirado dinheiro da plataforma antes de sua implosão.

Foi amplamente divulgado que o presidente-executivo da Celsius, Alex Mashinsky, retirou US$ 10 milhões antes que as questões de liquidez da empresa se tornassem públicas.

No entanto, o último processo judicial também revelou que o diretor de estratégia, Daniel Leon, retirou US$ 7 milhões da plataforma antes de bloquear as retiradas dos usuários.

Leon deixou o cargo em 4 de outubro, cerca de uma semana depois da saída de Mashinsky.

Além disso, a esposa de Mashinsky, Kristine, sacou 2 milhões de Tokens Celsius (CEL) antes que a plataforma bloqueasse as retiradas, enquanto o atual diretor de tecnologia, Nuke Goldstein, obteve cerca de US$ 550.000 em diferentes criptomoedas.

Publicidade

Mashinsky respondeu às alegações de irregularidades em relação às retiradas, dizendo que os US$ 8 milhões estavam programados para financiar seus pagamentos de impostos estaduais e federais.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Logo da ftx, dólares e bitcoin

Analistas preveem alta no mercado cripto com ressarcimento bilionário a clientes da FTX

A FTX deve cerca de US$ 11 bilhões a credores, mas a massa falida conseguiu levantar mais de US$ 14 bilhões
Imagem da matéria: Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

O autor de um golpe de “envenenamento de endereço” parece estar pensando duas vezes depois de roubar US$ 71 milhões de um grande investidor
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo