Imagem da matéria: Em alta, mercado DeFi quebra recordes e supera os ganhos do Bitcoin
Fotos: Shutterstock

Os principais tokens do mercado DeFi estão passando por um novo período de valorização, após terem ficado em segundo plano enquanto o preço do Bitcoin explodia. Esses tokens, que são baseados no protocolo do Ethereum, já correspondem a aproximadamente um terço do valor de mercado do BTC. No total, a capitalização do mercado DeFi é de R$ 323 bilhões.

A principal razão que justifica a disparada dos tokens é a valorização do Ethereum, que alcançou os R$ 9.040 nesta quinta-feira (04). Na prática, os tokens DeFi são contratos inteligentes baseados no padrão ERC-20, que é originado da blockchain do ETH. Por isso, a disparada do Ethereum influencia diretamente no preço desses tokens.

Publicidade

Assim, o ranking dos tokens DeFi é liderado pelo Chainlink (LINK), que está cotado em R$ 129 e valorizou 13% nos últimos 7 dias, de acordo com os dados do CoinGecko. O LINK alcançou o seu valor mais alto da história na madrugada desta quinta-feira, quando alcançou os R$ 140.

Na sequência, vem o UNI, que é o token da exchange descentralizada Uniswap. O UNI subiu 35% na última semana e também quebrou o próprio recorde nesta quinta, ao alcançar os R$ 114. Atualmente, o UNI está cotado em R$ 108.

Entretanto, outros tokens tiveram ganhos ainda mais expressivos do que o LINK e o UNI durante as últimas horas.

UMA e AAVE disparam na quinta-feira

O token UMA lidera os ganhos do mercado DeFi. O criptoativo valorizou 146% durante as últimas 24 horas e está valendo R$ 217. Assim como os demais ativos, o UMA alcançou, hoje, o maior valor da sua história, ao alcançar os R$ 222.

Preço do UMA nos últimos sete dias

Além disso, o token Aaave (AAVE) foi outro criptoativo a quebrar o recorde de preços neste mesmo dia, quando alcançou os R$ 2.356. O AAVE, que é o terceiro token mais popular da atualidade, valorizou 34% em 24 horas e 50% nos últimos 7 dias.

Publicidade

O Bitcoin, por sua vez, também segue em alta; a criptomoeda é negociada a R$ 200 mil nesta manhã de quinta-feira (04). A valorização na última semana alcança os 22%. Nas últimas 24 horas, a moeda subiu 3,7%. O seu ponto mais alto aconteceu em 8 de janeiro, quando o BTC chegou a R$ 226 mil.

VOCÊ PODE GOSTAR
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia
sob notas de dólares estão moedas de bitcoin, ethereum, ao lado de celular com logo FTX

FTX apresenta proposta para devolver aos clientes 118% dos fundos perdidos

Empresa afirma que caso o plano seja aprovado pela corte, os pagamentos serão feitos em até 60 dias
Imagem da matéria: Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

O súbito ressurgimento das ações “memes” nesta semana rendeu uma pequena fortuna aos traders que nunca desistiram das loucuras de 2021
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoin da rede Solana com tema GameStop sobe 1.900% e desperta febre do GME

A memecoin GME decolou na segunda-feira (13), entregando retornos consideráveis, superando os das ações da GameStop