Imagem da matéria: Elon Musk pergunta por que Vitalik Buterin abandonou o X; aqui está a resposta
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024 (Foto: Rug Radio/Decrypt)

No período agitado desde a aquisição do Twitter por Elon Musk em 2022, o bilionário da tecnologia raramente deu muita atenção ao êxodo de usuários e anunciantes importantes do site em protesto contra as novas políticas. 

Na segunda-feira (25), no entanto, Musk pareceu genuinamente curioso sobre a presença cada vez menor na plataforma de um dos líderes de pensamento mais influentes das criptomoedas: Vitalik Buterin, cofundador do Ethereum

Publicidade

“Por que ele foi embora?” Musk perguntou no X, em resposta a uma publicação que lamentava o uso cada vez mais esporádico da rede social por Buterin. 

O comentário recebeu várias respostas de usuários de criptomoedas que supunham que a mudança se devia ao aumento da atividade de bots ou à falta de funcionalidade on-chain da plataforma.

Mas basta olhar para os comentários que Buterin fez há poucos dias no ETHTaipei sobre o assunto para obter a resposta: o desenvolvedor de criptomoedas considera as pessoas no X/Twitter (incluindo o Musk?) extremamente irritantes. 

“O Twitter é o lugar onde estão todas as pessoas, mas também é o lugar onde estão todas as pessoas realmente irritantes”, disse Buterin quando questionado sobre sua dependência cada vez menor da rede social.

Publicidade

O “isolamento” de Vitalik

Como alternativa ao Twitter, Buterin passou recentemente muito mais tempo postando no Farcaster, um protocolo de rede social descentralizado que cresceu em popularidade no início deste ano. 

De volta ao Twitter, os usuários cripto reclamaram que, ao escolher o Farcaster em vez do Twitter, Buterin estava “se isolando com seus colegas escolhidos em uma ilha”, em vez de encontrar as massas onde elas estão. 

No ETHTaipei, no entanto, Buterin rebateu esses argumentos. “O tipo de engajamento que recebo lá é, na verdade, de maior qualidade”, disse o cofundador do Ethereum sobre o Farcaster.

Buterin também rejeitou as alegações de que, ao usar o Farcaster, ele se isolou em uma bolha com apenas outros fanáticos por cripto.

Publicidade

“Ele foi desenvolvido para ser usado por pessoas não envolvidas com criptoativos, acho que de uma forma que muitos outros aplicativos anteriores não conseguiram”, disse ele. “Acho que esse é um sucesso importante a ser construído e que outros aplicativos [descentralizados] devem tentar replicar.”

O que é o Farcaster?

Fundado em 2020, o Farcaster permaneceu relativamente obscuro até o final de janeiro, quando o protocolo lançou um novo recurso chamado Frames, o qual permite que os usuários executem funções dentro e fora da rede nos aplicativos Farcaster — incluindo cunhar NFTs, jogar e fazer compras — sem sair para aplicativos de terceiros.

Desde esse aumento induzido pelo Frames, o uso do Farcaster permaneceu razoavelmente consistente — um pouco acima de 1,5 milhão de postagens no protocolo por semana, de acordo com dados do Dune.

Leia também: O que é Farcaster? a nova rede social febre do setor cripto

Mas a rede social descentralizada ainda tem um longo caminho a percorrer: esses números certamente não se comparam aos do X, que recebe centenas de milhões de postagens por dia, segundo Elon Musk.

Ao se dirigir a uma sala cheia de repórteres em Taipei, no final da semana passada, Vitalik Buterin perguntou ao grupo se alguém planejava publicar alguma história resultante da sessão no Farcaster antes de tweetá-la. 

Publicidade

“Vocês deveriam”, disse Buterin. “Vamos lá, somos o espaço descentralizado, precisamos usar nossas próprias coisas!”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
jogadores de costas tocam os punhos

Filipinos voltam a lotar lan houses para ganhar criptomoedas em jogos; é o retorno do play-to-earn?

Jogar Heroes of Mavia, Nifty Island e PIXEL em horário integral nas Filipinas pode render cerca de duas vezes o salário mínimo do país
Imagem da matéria: Bitcoin, Ethereum e Solana desabam e R$ 1 bilhão são liquidados do mercado em uma hora

Bitcoin, Ethereum e Solana desabam e R$ 1 bilhão são liquidados do mercado em uma hora

O Bitcoin começou o dia cotado a US$ 71 mil; agora, seu preço desaba para a US$ 66 mil
Imagem da matéria: Core Network (CORE): Token baseado no Bitcoin dispara 218% na semana

Core Network (CORE): Token baseado no Bitcoin dispara 218% na semana

CORE é o token da Core Network, uma blockchain compatível com Bitcoin e a Ethereum Virtual Machine (EVM)
silhueta de executivo triste em frente a computador

Trader que lucrou milhões com manipulação de preços vai a julgamento; caso pode impactar setor DeFi

Trader que lucrou US$ 100 milhões manipulando preços na exchange descentralizada Mango Markets começa a ser julgado hoje nos EUA