Imagem da matéria: Diretor de empresa de criptomoedas é alvo de tentativa de homicídio em Curitiba
Guilherme Grabarski trabalhava em uma empresa chamada Compralo (Foto: Arquivo pessoal)

O curitibano Guilherme Grabarski, diretor de uma empresa que trabalha com criptomoedas, foi alvo de uma tentativa de homicídio na noite desta terça-feira (6), em Curitiba (PR). A informação é do portal RIC Notícias.

De acordo com o site de notícias, Grabarski dirigia no bairro Campo Comprido, na região Oeste da cidade, quando foi surpreendido por 10 disparos de arma de fogo, feitos por atiradores que estavam dentro de outro veículo.

Publicidade

Segundo a matéria, o curitibano ficou gravamente ferido e foi encaminhado para o Hospital Evangélico Mackenzie. Ele teria passado por uma cirurgia na madrugada.

Tito Barichello, delegado da Divisão de Homicidios e Proteção à Pessoa, disse para a reportagem da RIC que o trabalho do empresário pode tem relação com o crime.

“É cedo ainda para tratarmos disso, mas a questão envolvendo a criptomoeda e envolvendo outras questões financeiras é uma linha de investigação que começa agora”.

Grabarski, 24 anos, é diretor-executivo da Compralo, uma empresa sediada na capital paranaense cujo dono é o empresário Francisley Valdevino da Silva, que também é o criador da InterArg e Intergalaxy.

Publicidade
Estado do carro de Grabarski (Foto: Divulgação)

Envolvimento com a Compralo

De acordo com seu perfil no LinkedIn, Grabarski é diretor executivo da Compralo, que afirma ser “um meio de pagamento e carteira digital que possibilita pagar, receber, converter, rentabilizar, gerar boletos e transferir com Real (BRL) e criptoativos como: Bitcoin (BTC), Ethereum(ETH), BRCP Token (BRCP),e Tether (USD)”.

Em sua biografia na rede social profissional, ele diz que é responsável por “toda a parte de tomada de decisões da empresa, gestão de novos negócios e parceiros, auxiliando na equipe de Marketing e TI” da empresa, cuja sede fica na capital paranaense.

VOCÊ PODE GOSTAR
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca
estatua satoshi nakamoto

Bitcoin ganha estátua no Brasil com Satoshi domando touro, símbolo de otimismo do mercado

O MB inaugurou uma estátua que simboliza a relevância do mercado cripto em 2024, marcado pela adoção institucional e o recorde de preço do BTC
Rafael Rodrigo , dono da, One Club, dando palestra

Clientes acusam empresa que operava opções binárias na Quotex de dar calote milionário; dono nega

Processos judiciais tentam bloquear R$ 700 mil ligados à One Club, empresa de Rafael Rodrigo
Tela de celular mostra logo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil CVM

CVM ganhou R$ 832 milhões com multas aplicadas em 2023, um aumento de 1.791%

A autarquia também registrou o maior número de casos julgados desde 2019