Imagem da matéria: Diretor da Binance no Brasil prestará depoimento na CPI das Pirâmides na  quinta-feira (14)
Guilherme Nazar, diretor-geral da Binance no Brasil (Foto: Reprodução/LinkedIn)

O depoimento na CPI das Pirâmides Financeiras do diretor-geral da Binance no Brasil, Guilherme Nazar, inicialmente marcado para acontecer nesta terça-feira (12), foi reagendado para quinta-feira (14), às 10h da manhã. 

A mudança das datas foi um pedido de Nazar, que justificou sua ausência na sessão de hoje da CPI devido a uma viagem ao exterior. 

Publicidade

Assim como Nazar, a CPI também adiou para quinta-feira a tomada de depoimento de Ricardo Rangel Mendes, presidente da empresa Hotel Urbano. 

Binance na CPI das Pirâmides 

Guilherme Nazar, que é sobrinho do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, assumiu o cargo na Binance no fim do ano passado. Ele entrou na mira da CPI em junho, após um requerimento do deputado Alfredo Gaspar (UNIÃO/AL). 

O parlamentar justificou seu pedido para ouvir Nazar lembrando que a Binance enfrenta problemas com órgãos reguladores nos EUA, Japão, China, Alemanha, Reino Unido e Brasil, além de estar sendo investigada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por supostamente oferecer produtos do mercado de derivativos sem autorização.

“Não bastassem os problemas associados à regulação e à oferta de produtos indevidos, soma-se a possível parceria a empresas brasileiras que oferecem serviços financeiros que correspondem ao escopo do que a ementa do requerimento de criação desta CPI se propõe a investigar”, escreveu Gaspar no seu pedido de convocação de Nazar.

Publicidade

Nesta terça-feira, o presidente da CPI das Pirâmides Financeiras, Aureo Ribeiro (Solidariedade/RJ), também enviou um ofício para o presidente da CVM, João Pedro Nascimento, que pede para a autarquia mandar para a comissão o processo administrativo sancionador em curso relacionado à negociação de derivativos irregular da Binance.

O ofício também solicita a lista de materiais relacionados à denúncias e atos abertos pela CVM relacionados à Binance, bem como as empresas parceiras B Fintech, Capitual, Banco Acesso, Latam Gateway e Banco BS2.

Prorrogação da CPI

Aureo Ribeiro também apresentou nesta terça-feira (12) um requerimento para prorrogar por 60 dias o término dos trabalhos da CPI.

Para justificar o adiamento, o deputado citou a grande quantidade de informações em análise pela CPI e disse que mais tempo de trabalho será necessário para preparar um relatório mais bem estruturado e completo.

Publicidade

Ribeiro destacou no seu pedido que a CPI vem desempenhando “papel fundamental na sociedade brasileira na investigação de operações fraudulentas na gestão de diversas empresas de serviços financeiros com promessas de investimentos por meio de gestão de criptoativos, por meio de divulgação de informações falsas sobre projetos e promessas de rentabilidades elevadas e garantidas”.

VOCÊ PODE GOSTAR
simbolo do dólar emergindo de placa de computador

Mercado Bitcoin lista duas novas stablecoins da startup Aryze

Ambas as moedas, devido à paridade com o dólar americano e à libra esterlina, representam estabilidade e diversificação na carteira dos investidores
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) e altcoins enfrentam correção com US$ 400 milhões em liquidações

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) e altcoins enfrentam correção com US$ 400 milhões em liquidações

Cenário macroeconômico dita o ritmo, com US$ 400 milhões em liquidações de posições que apostavam na alta dos preços de criptomoedas
Ilustração de mão segurando smartphone com logotipo da Toncoin

Toncoin (TON) bate recorde de preço e supera Cardano como 10ª cripto mais valiosa

O Toncoin (TON) da Open Network disparou nas últimas semanas e expulsou a Cardano do top 10 das criptomoedas
Imagem da matéria: Arthur Hayes está pessimista em relação ao halving do Bitcoin — aqui está o motivo

Arthur Hayes está pessimista em relação ao halving do Bitcoin — aqui está o motivo

O ex-CEO da BitMEX espera que o halving do Bitcoin “adicione gasolina a uma grande queima de criptoativos”