Imagem da matéria: Fim do plano de stablecoin do Facebook: Diem vende seus ativos para Silvergate
Foto: Shutterstock

A Diem Association (anteriormente conhecida como Libra Association) vendeu de seus ativos para a Silvergate por US$ 200 milhões, segundo o jornal The Wall Street Journal. Na prática, isso significa o fim do projeto da Meta (anteriormente conhecida como Facebook) de criar uma stablecoin.

O acordo envolve a venda de propriedade intelectual e outros ativos “como uma forma de devolver capital a seus membros investidores”, segundo um artigo da Bloomberg.

Publicidade

Qualquer venda, que não foi confirmada pela Diem nem pelo Facebook, provavelmente significaria o fim das ambições de criptomoedas do Facebook pelo menos a curto prazo.

Anunciada em 2019, com muito estardalhaço e confusão, Libra deveria ser uma stablecoin ligada a uma cesta de moedas globais.

A construção da moeda significava que, em vez de refletir o valor do dólar americano, assim como Tether ou USDC, Libra poderia até se tornar sua própria moeda global, gerenciada pela Libra Association.

Reguladores americanos não ficaram felizes. Meses depois, a pressão de reguladores e legisladores fez com que grandes membros da Libra Association saíssem do projeto.

Publicidade

Em um único dia em outubro de 2019, eBay, Stripe, Mastercard e Visa deixaram de ser membros fundadores, seguindo o passo de PayPal uma semana antes.

O Facebook persistiu. Renomeou o projeto como Diem, escalou as ambições de ser uma rival do dólar para ser uma stablecoin lastreada em dólar e chegou a lançar uma carteira cripto Novi, mas como uma carteira para o armazenamento de Paxos Dollar (USDP) em vez da stablecoin Diem.

Apesar de Diem ter inicialmente garantindo que o banco cripto Silvergate emitisse a moeda, o Federal Reserve dos EUA jogou água fria nesse plano.

Isso não é surpreendente, pois reguladores americanos, como a Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (ou SEC, na sigla em inglês) e o Gabinete de Controladora da Moeda (ou OCC), já reforçaram suas iniciativas de regular stablecoins em 2021.

Publicidade

Do começo ao fim, Diem perdeu executivos e engenheiros, culminando na saída do fundador David Marcus no fim de 2021.

Em um possível sinal sobre o futuro, Andreessen-Horowitz (ou a16z), fundo de capital de risco membro da Diem, contratou dois dos engenheiros que trabalharam na carteira Novi em outubro.

De acordo com a Bloomberg, que citou fontes anônimas, “discussões ainda estão no início… e não há garantias de que Diem irá encontrar um comprador”.

Afinal, essa é uma stablecoin que é tudo menos estável.

*Texto alterado às 13h54 do dia 27/01/2022 para acréscimo de informações.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: DOG decola 85% na semana e mostra que hype das memecoins do Bitcoin ainda não acabou

DOG decola 85% na semana e mostra que hype das memecoins do Bitcoin ainda não acabou

Enquanto algumas memecoins baseadas no Bitcoin brilham com ganhos, um token temático de cachorro rebate as alegações de que o hype das Runes desapareceu
Imagem da matéria: Ministério Público contrata empresa para rastrear transações com criptomoedas

Ministério Público contrata empresa para rastrear transações com criptomoedas

Segundo o MPF, contratação é para “sistema de identificação, monitoramento, rastreamento, pesquisa e análise de transações eletrônicas com uso de criptomoedas”
Mão segurando um celular com o logo dourado da corretora Gemini

Clientes da Gemini estão prestes a recuperar todas as suas criptomoedas — que agora valem muito mais

Exchange deve pagar US$ 2 bilhões em ativos aos clientes de seu programa de empréstimos Gemini Earn
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA