Imagem da matéria: Desenvolvedor brasileiro assina proposta de melhoria do Ethereum junto com Vitalik Buterin
Foto: Shutterstock

O desenvolvedor brasileiro Renan Souza publicou uma Proposta de Melhoria de Ethereum (EIP) no dia 20 de março com ninguém menos que Vitalik Buterin, um dos cofundadores e principal mente por trás do Ethereum.

Trata-se da EIP-684, uma melhoria que visa reverter a criação de um contrato inteligente em caso de colisão com um possível código já registrado no endereço.

Publicidade

“Este EIP faz com que a criação do contrato lance um erro quando tentada em um endereço com código pré-existente. Isso evita um ataque que consiste em implantar o código do contrato e posteriormente alterar o código arbitrariamente ao “criar” uma conta naquele endereço existente”, diz a descrição da proposta no site Ethereum.org.

Proteção contra ataques

Um dos principais benefícios dessa melhoria técnica é que ela previne que um possível agente mal-intencionado manipule um contrato já existente com o intuito de roubar fundos dos usuários.

Como explica a documentação da proposta, embora uma das principais características de um contrato inteligente é que seu código não se altera, um invasor, armado de poder computacional suficiente, pode mudar o código armazenado em um endereço para qualquer outro código, abrindo uma brecha para roubo de fundos ou outras atividades maliciosas.

Como o próprio nome sugere, uma EIP é uma melhoria no código do Ethereum implementada na rede principal por meio de um hard fork. A próxima atualização do Ethereum está marcada para acontecer no dia 12 de abril e sua principal melhoria será a liberação dos saques de ether travado em staking.

Publicidade

“Quando acontece uma mudança no protocolo, todas as implementações tem que aderir a nova regra. Como esse projeto foi discutido inicialmente em 2017, ele já foi implementado nos códigos, só não estava documentado”, explicou ao Portal do Bitcoin Renan Souza.

Leia também: Tudo que você precisa saber sobre Shanghai, a próxima grande atualização do Ethereum

No Twitter, o desenvolvedor brasileiro escreveu sobre como foi a publicação da proposta de melhoria:

“Essa EIP foi proposta pela primeira vez por Vitalik em 2017, mas não foi devidamente documentada. Propus inicialmente a EIP-6733 para resolver este problema [de colisão de contratos], conforme a documentação não havia menção a ele. Um usuário apontou para o EIP-684 então juntei os documentos.”

Souza conta que trabalha agora na criação de sua própria implementação de um cliente Ethereum. Ele estudou engenharia de computação na Escola Politécnica da USP, com experiências em pesquisa sobre computação quântica na área acadêmica e desenvolvimento de contratos inteligentes em Ethereum. Ao longo da carreira, já passou por cargos de desenvolvedor no Mercado Bitcoin, MBDA Digital Assets e Novacomp.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Imagem da matéria: Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador solo completou o bloco 843.231 do Bitcoin usando software da CKpool