Imagem da matéria: Descubra qual a melhor ação da bolsa para investir em janeiro
(Foto: Shutterstock)

Com a chegada do mês de janeiro, as corretoras publicaram suas primeiras carteiras de ações recomendadas para investir em 2021.

Acompanhe a seguir o processo de seleção e a lista das ações favoritas dos analistas para o início do ano.

Publicidade

Critério de seleção das ações

Em primeiro lugar, realizou-se a compilação das publicações recentes de 25 instituições ao todo.

As carteiras reúnem um total de 264 recomendações que correspondem a 98 ações diferentes.

Em seguida, as ações foram organizadas começando pelas mais recomendadas até as que receberam ao menos 1 indicação.

Por fim, a seleção abaixo apresenta as 5 ações mais populares, segundo as recomendações dos analistas.

Veja as ações favoritas das corretoras para janeiro

Em síntese, as ações preferidas das corretoras e alguns comentários são os seguintes:

ColocaçãoEmpresaIndicações
Vale17
B315
Petrobras13
Bradesco10
Magazine Luiza8

Vale (VALE3)

A primeira colocada do grupo, reunido 17 indicações, é a Vale (VALE3). 

De acordo com a Necton, a mineradora tem como vantagens a forte demanda da China aliada a resiliência do preço do minério de ferro no mercado global. 

Ao mesmo tempo, a corretora destaca o caixa robusto da companhia, apesar dos dispêndios relacionados a Brumadinho, novos projetos e algumas vendas de ativos.

B3 (B3SA3)

A segunda ação mais popular entre os analistas é a B3 (B3SA3), com 15 recomendações.

Do ponto de vista da corretora Guide, por exemplo, os destaques da instituição são a sua variedade de serviços, gerando uma receita diversificada, o ambiente favorável de baixa taxa Selic e a possibilidade pequena de um novo player para criar uma concorrência na área. 

Além disso, há a expectativa de novos IPOs e Follow ons, bem como fortes números operacionais em 2021, segundo os analistas.

Publicidade

Petrobras (PETR4)

Na terceira colocação, estão os papéis da Petrobras (PETR4), cujas recomendações figuram nas carteiras de 13 corretoras.

Conforme o research do Safra, a razão para a escolha da estatal se baseia na “perspectiva de recuperação da economia e demanda por produtos de petróleo”. 

Por outro lado, o relatório aponta como pontos sensíveis os cenários de corte de petróleo da Opep+ e riscos de uma segunda onda de Covid-19 no curto-prazo. Ainda assim, os analistas acreditam mais nos fundamentos positivos do que os riscos.

Bradesco (BBDC4)

O Banco Bradesco (BBDC4), por sua vez, ocupa a quarta posição apresentando 10 indicações.

Segundo a CM Capital, a expectativa para o banco é de que ocorra uma redução nominal das despesas ao longo de 2021. No ano anterior, a redução e conversão de cerca de 1100 agências chamou a atenção dos analistas pela proposta de melhoria operacional.

Além disso, o Inter Research, do Banco Inter, destacou a atuação da instituição por meio das suas controladas Next e Ágora, fortalecendo sua estratégia digital.

Publicidade

Magazine Luiza (MGLU3)

Enquanto isso, o quinto lugar é ocupado pela Magazine Luiza (MGLU3), com 8 recomendações. 

Conforme o relatório da Elite Investimentos, a estratégia voltada para o e-commerce e a multicanalidade deixaram a varejista com um aumento do market share e grandes saltos nas vendas para 3T20.

Portanto, a estratégia da Magalu a deixa bem posicionada para se beneficiar dos resultados do comércio online e físico.

VOCÊ PODE GOSTAR
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken