Imagem da matéria: Derivativos serão novo “motor” das criptomoedas, diz empresa
Shutterstock

O mercado de derivativos de criptomoedas está preparado para um crescimento significativo, impulsionado pelos desafios de liquidez no mercado à vista e uma mudança em direção a instrumentos derivativos, afirmou a Genesis Trading em seu relatório do segundo trimestre de 2023.

“Com a liquidez do mercado à vista sofrendo e a profundidade do livro de ordens do mercado à vista diminuindo constantemente, tornou-se cada vez mais evidente que uma parte significativa do crescimento futuro dos volumes de criptomoedas estará nos derivativos”, disse a Genesis.

Publicidade

A Genesis Trading, uma subsidiária do Digital Currency Group, concentra-se principalmente em serviços de negociação de balcão (OTC) para investidores institucionais e indivíduos de alto patrimônio líquido.

Em seu relatório mais recente, a empresa destacou os principais desenvolvimentos no espaço de derivativos de criptomoedas durante o segundo trimestre de 2023, incluindo a exchange de opções Deribit atingindo um novo recorde de contratos de opções negociados em um período de 24 horas.

Essa conquista coincidiu com o ressurgimento do Bitcoin acima da marca de US$ 30 mil, refletindo a interação próxima entre movimentos de preços e atividade de derivativos.

A Genesis também destacou o lançamento, por parte da Coinbase, de futuros com datas fixas e perpétuos de tamanho institucional em junho, bem como apontou para um aumento significativo de quase 25% nos volumes de opções na Chicago Mercantile Exchange (CME) em julho, chegando a aproximadamente US$ 1 bilhão.

Publicidade

Esse aumento nos volumes de opções ocorreu ao lado de uma queda nos volumes de negociação de futuros, “sugerindo uma continuação da tendência de que as opções estão sendo cada vez mais vistas como o instrumento preferido para os players institucionais”, de acordo com a Genesis.

Mercado de opções pode crescer 10x

O relatório enfatizou ainda mais o potencial impacto transformador de um mercado de derivativos de criptomoedas robusto na adoção institucional global.

Apesar do rápido crescimento do mercado de opções, seu volume durante o primeiro semestre de 2023 representou apenas cerca de 10% do volume subjacente do mercado à vista.

Traçando paralelos com as finanças tradicionais, onde o volume negociado notional de opções de ações ultrapassou o valor nocional das ações subjacentes, a Genesis acredita que o mercado de opções de criptomoedas poderia potencialmente expandir em dez vezes em relação aos níveis atuais.

Publicidade

“Como consequência, o volume nocional das opções de ações nos EUA ultrapassou o valor negociado das ações subjacentes em 2021 pela primeira vez”, diz o relatório. “Seguindo essa tendência do mundo das finanças tradicionais, o mercado de opções de criptomoedas tem espaço para crescer 10 vezes em relação aos níveis atuais.”

O segundo trimestre do ano também testemunhou a entrada de entidades financeiras estabelecidas no espaço das criptomoedas, indicando uma tendência mais ampla em direção à adoção e legitimidade.

A empresa ainda destacou o vasto potencial de aumento da participação institucional no espaço das criptomoedas, com cerca de US$ 50 trilhões em capital entre fundos de pensão dos EUA, planos 401(k) e fundos de hedge.

De acordo com a Genesis, a possibilidade desses fundos ganharem exposição ao Bitcoin por meio de ETFs baseados no mercado à vista poderia ter implicações positivas para o crescimento e amadurecimento do mercado de criptomoedas, já que o lançamento de ETFs historicamente atuou como um catalisador para a valorização do ativo subjacente.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de uma lâmpada flamejando B de bitcoin

Parceria em tokenização entre Mercado Bitcoin e Bolt Energy democratiza acesso ao setor de energia

A parceria entre as empresas teve início em 2022
Imagem da matéria: MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

O relatório semestral, realizado pela CCData, é considerado uma estrutura robusta para classificar a atuação de exchanges do Brasil e do mundo
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia