Tela de celular mostra logo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil CVM
Shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliário (CVM) emitiu uma stop order para a Nixse Ltd, empresa com origem em Taiwan que vem oferecendo serviços de negociação forex e de criptomoedas no Brasil sem autorização da autarquia. De acordo com um alerta ao mercado comunicado nesta segunda-feira (27), o órgão determinou a imediata suspensão de ofertas públicas e captação de clientes em território brasileiro, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

Segundo o alerta da CVM, a Nixse Ltd está por trás do site ‘pt.nixse.com’ e suas respectivas redes sociais. A empresa “busca captar recursos de investidores residentes no Brasil para aplicações em valores mobiliários”, segundo a autarquia. 

Publicidade

“A pessoa acima citada não detém autorização desta Comissão de Valores Mobiliários para atuar como intermediário de valores mobiliários. Aos participantes do mercado de valores mobiliários e ao público em geral que a pessoa citada não está autorizada por esta Autarquia a atuar como intermediário de valores mobiliários ou a captar recursos de investidores para aplicação em valores mobiliários por não integrar o sistema de distribuição previsto no art. 15 da Lei nº 6.385”, diz o Ato Declaratório CVM Nº 20.610, de 23 de fevereiro, assinado pelo superintendente Francisco José Bastos Santos.

Oferta de produtos sem autorização

Informações no site da Nixse mostram que a plataforma é originária de Taiwan, com sua administração feita a partir de um escritório localizado no Distrito de Xinyi, que fica na cidade de Taipei.

A plataforma oferece sem aval da CVM negociação em vários mercados, como os de ações globais, índices de ações, tradicionais, commodities, moedas e criptomoedas, feitas a partir de um aplicativo chamado ‘NX Trader’. Segundo informa, “são mais de 1.500 instrumentos financeiros”. 

Um alerta sobre os riscos nos investimentos é mostrado em letras miúdas. No entanto, por se tratar de uma empresa estrangeira sem autorização para atuar em solo brasileiro, caso o investidor venha a ter algum problema na plataforma, ele poderá ficar no prejuízo, por isso o alerta da CVM ao mercado.

Publicidade

O mercado forex é proibido no Brasil. A modalidade de negociação é proibida segundo a Deliberação CVM nº 773, de 14 de junho de 2017. As penalidades cabíveis contam nos termos do art. 11 da Lei nº 6.385, de 1976.

  • Clique aqui e acompanhe o Portal do Bitcoin no Google Notícias
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethena (ENA): Conheça a criptomoeda que acaba de estrear no mercado com alta de 45%

Ethena (ENA): Conheça a criptomoeda que acaba de estrear no mercado com alta de 45%

O token de governança ENA da Ethena Labs, junto do USDe, possuem uma história controversa, mas isso não impediu o apoio de investidores e traders
Imagem da matéria: Grupo de bancos centrais lança projeto de tokenização para aprimorar sistema financeiro global

Grupo de bancos centrais lança projeto de tokenização para aprimorar sistema financeiro global

Projeto quer aproveitar contratos inteligentes e tokenização para acelerar os serviços que os bancos centrais oferecem às instituições financeiras globais
Imagem da matéria: Sam Bankman-Fried se diz "assombrado" pelos erros da FTX

Sam Bankman-Fried se diz “assombrado” pelos erros da FTX

Em uma troca de e-mails com a ABC News, o ex-magnata das criptomoedas disse que está tentando consertar seus erros na prisão
moedas de bitcoin e ethereum sobre mesa envernizada

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 70 mil e Ethereum desacelera após maior salto em mais de um mês

Traders de criptomoedas pisam no freio nesta terça-feira (9) depois do rali do Ethereum durante a madrugada