Imagem da matéria: Crise mundial pode impulsionar o bitcoin, mostra pesquisa
(Foto: Shutterstock)

Poderia um “evento catalisador” como a crise do coronavírus levar as pessoas ao Bitcoin em busca de segurança? De acordo com uma nova pesquisa da Paxful, um grande número de americanos acredita que sim.

A Paxful divulgou na quinta-feira (23) os resultados de uma pesquisa com 500 americanos, de 18 a 55 anos de idade, com “entendimento sobre criptomoeda”, mesmo que eles não necessariamente sejam investidores. Dos entrevistados, quase 50% disseram acreditar que um “evento catalisador no sistema financeiro tradicional levará as pessoas ao Bitcoin”.

Publicidade

A maioria dos entrevistados, no entanto, disse que acredita que uma “falta de conhecimento” sobre criptomoedas está criando uma barreira à entrada, enquanto 34% disseram que a falta de recursos é o maior obstáculo. Além disso, a maioria dos americanos pesquisados ​​disse que não acredita que a adoção em massa ocorra tão cedo.

“Foi interessante ver que muitos acreditam que a adoção mainstream ocorrerá nos próximos 6 a 10 anos”, disse ao Decrypt o diretor de operações e co-fundador da Paxful, Artur Scahabck. “Ao contrário, na mesma quantidade de tempo (6 a 10 anos), os entrevistados também acreditam que a bolha do mercado de criptomoedas estourará”, disse ele.

“Estou esperançoso pelo primeiro cenário, então acho que, como um setor, devemos trabalhar para criar mais produtos que serão usados ​​em casos de uso da vida real que podem ajudar a acelerar a adoção do mainstream”, disse Scahabck.

A pesquisa também abordou uma divisão notável na comunidade Bitcoin: a criptomoeda é destinada a reserva de valor ou pagamentos?

Publicidade

Dos entrevistados, 69,2% incluíram “compras do dia a dia” como um caso de uso, enquanto 50,4% disseram que combateriam a inflação e a corrupção.

A adoção generalizada do Bitcoin também pode ser afetada por vários outros fatores, de acordo com a pesquisa. A “próxima onda de adoção de criptomoedas” pode ser impulsionada pelo investimento institucional, de acordo com 48% dos pesquisados.

Paxful, enquanto isso, pretende continuar a criar produtos que “ajudarão a tornar a moeda digital mais acessível e mostrarão os casos de uso reais do Bitcoin e das finanças p2p na vida cotidiana”, disse Schahabck.

As empresas de criptomoedas talvez tenham pressa. Se a crise financeira global piorar, as pessoas podem optar por sistemas paralelos, como o Bitcoin, mais cedo do que alguns possam pensar.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt Media
VOCÊ PODE GOSTAR
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro