Imagem da matéria: "Criptomoeda do FMI" não é do FMI e pode ser golpe; entenda
Shutterstock

No último final de semana começaram a circular pela imprensa notícias sobre uma suposta “criptomoeda 2.0″ chamada Unicoin, que teria sido revelada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

As notícias utilizam como fonte um comunicado publicado no portal prnewswire por uma empresa chamada Digital Currency Monetary Authority (DCMA), que assume a autoria do projeto denominado Unicoin, que no texto também recebe a denominação de Universal Monetary Unit (UMU).

Publicidade

O Portal do Bitcoin resolveu olhar para o caso com atenção — e alguns alertas vermelhos sobre um possível golpe surgiram na investigação.

Primeiramente, é necessário dizer que a Unicoin não é um projeto do FMI. Ela apenas teria sido anunciada pela DCMA durante um evento da organização, o Encontro de Primavera do FMI 2023, em uma tradução literal do nome do encontro.

No entanto, no material sobre o encontro do FMI, não existe nenhuma menção à DMCA, ao projeto ou ao suposto diretor citado no comunicado, Darrell Hubbard. Eles não constam em nenhuma documentação oficial do evento, como na lista de palestrantes ou no cronograma.

Portanto, a única ligação entre o encontro do FMI e o projeto é a alegação da própria empresa que criou a suposta “Cripto 2.0”. Em seu LinkedIn, Darrell foi questionado sobre a falta de evidências neste ponto, mas ele apenas indica seu próprio comunicado como resposta.

Publicidade

Ao buscar a empresa no Google, encontramos apenas as recentes notícias do final de semana, o site oficial do projeto e conteúdos de autopublicação.

A empresa se define como: “líder mundial na defesa das moedas digitais e inovações de política monetária para governos e bancos centrais. Os membros do DCMA consistem em estados soberanos, bancos centrais, bancos comerciais e de varejo e outras instituições financeiras.”

No entanto, não existe nenhuma relação pública de membros ou validação desta informação em nenhum lugar.

O Portal do Bitcoin procurou o diretor do projeto via LinkedIn, mas não teve retorno até a publicação desta reportagem.

Falta de informações

Outro sinal de alerta para um possível golpe financeiro é que o site do projeto Unicoin possui diversas sub-páginas – que, supostamente, trariam mais informações sobre cada aspecto da Unicoin e da Unicoin Network -, mas cada link leva para diretórios sem conteúdo explicativo.

Publicidade

Esses diretórios são compostos apenas por imagens, termos gerais não explicados, documentação incompleta e afirmações não evidenciadas.

Desta forma, é impossível definir com clareza como o projeto funciona, como seu método de consenso por Prova de Confiança (SPOT, na sigla em inglês) consegue garantir a segurança da rede e uma série de outros aspectos técnicos relevantes na avaliação de qualquer criptoativo.

Não existe nenhuma evidência de que a Digital Currency Monetary Authority seja realmente um projeto reconhecido e, no momento, é impossível avaliar o lançamento da Unicoin de um ponto de vista técnico ou econômico, pela falta de documentação adequada e evidências verificáveis.

Assim, os investidores devem ter muita cautela em tudo relacionado à Unicoin e à DMCA, até que mais informações possam ser validadas para garantir a integridade do projeto e das entidades encarregadas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”
Imagem da matéria: 5 coisas para saber sobre o lançamento do token do Notcoin

5 coisas para saber sobre o lançamento do token do Notcoin

Quando o token NOT será lançado? Qual o futuro para a Notcoin? É melhor fazer stake dos tokens? Preparamos um resumo para você
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase
Imagem da matéria: CEO da Grayscale deixa cargo: "Momento certo para transição"

CEO da Grayscale deixa cargo: “Momento certo para transição”

A Grayscale, uma das maiores gestoras de criptomoedas do mundo, anunciou que Michael Sonnenshein está deixando o cargo de CEO