Do Kwon, criador da Terra (LUNA) olhando assustado para a câmera.
Do Kwon, criador da Terra Luna (Foto: FAQX via Wikimedia Commons)

Do Kwon, o empresário coreano que criou a derretida criptomoeda LUNA, vai ser liberado da prisão em Montenegro, na Europa, depois de seu pedido de fiança no valor de aproximadamente US$ 428 mil – mais de R$ 2,1 milhões – ter sido aceito. 

A mudança da prisão para um regime de detenção domiciliar acontece depois que a corte confirmou que as propriedades pertencentes a Do Kwon “valem milhões.”

Publicidade

O criador do projeto Terra vai esperar em liberdade para ser julgado — ao lado de seu ex-funcionário financeiro, Han Chang-Joon — em Montenegro por falsificação de documentos oficiais.

Disputa judicial

Esta é a terceira mudança de posição sobre a fiança de Do Kwon em Montenegro. Originalmente, o Tribunal de Podgorica – a capital do país europeu – havia aprovado a fiança em 12 de maio.

No entanto, menos de duas semanas depois, em 25 de maio, o Tribunal Superior revogou sua fiança.

Um ponto-chave que complicou esse pedido de fiança é o preço presumido das propriedades do réu.

Em uma audiência no dia 11 de maio, o réu confirmou à corte que ele tinha “uma propriedade que valia milhões.” Esse valor mais tarde foi questionado pela Suprema Corte, a qual afirmou que não era possível aceitar o valor da propriedade com “base em declarações simples, apenas em evidências concretas.”

Na última reviravolta, o valor da propriedade foi verificado por meio de um contrato de venda, faturas, extratos bancários e outros documentos.

Publicidade

“A possibilidade de perda do caução teve um efeito suficientemente desanimador sobre os réus para os dissuadir de qualquer vontade de evasão”, concluiu o Tribunal.

Outra razão pela qual a fiança foi considerada é que, devido à natureza do caso, a duração do procedimento é incerta.

Sendo a acusação de falsificação de documentos oficiais, é necessário que os tribunais tomem “medidas adicionais” para verificar a autenticidade dos documentos.

O dia de Kwon no Tribunal

Do Kwon será liberado da prisão de Montenegro junto com Han Chang-Joon, depois que sua esposa oficializou o pedido de prisão domiciliar. 

Publicidade

Tanto Do Kwon quanto Han Chang-Joon devem comparecer ao tribunal no dia 16 de junho. Se forem considerados culpados, os dois podem enfrentar uma sentença de prisão de até cinco anos.

Os réus têm três dias para recorrer desta decisão de fiança.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Gnosis (GNO) dispara 20% após lançamento de plano para reviver o token

Gnosis (GNO) dispara 20% após lançamento de plano para reviver o token

Um programa de crescimento com aporte milionário de fundo cripto está sendo votado neste momento pelos usuários do GNO
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

A animação dos investidores fez aumentar em 219% o volume de negociação do Ethereum nas últimas 24 horas
Números e letrs douradas sob um placa formam símolo do Real brasileiro

5 vantagens da tokenização de ativos do mundo real (RWA) | Opinião

Para o autor, a custódia de RWA tokenzados é um elemento crucial para a democratização do acesso aos investimentos
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins