Imagem da matéria: Corretora de Hong Kong avança no Brasil e libera depósitos em real
Foto: Shutterstock

A Crypto.com, uma empresa baseada em Hong Kong que oferece diversos serviços de criptomoedas, anunciou nesta quarta-feira (12) o seu avanço no mercado brasileiro.

De acordo com o comunicado oficial, a exchange da Crypto.com vai permitir agora que os clientes do Brasil transfiram fundos para a plataforma em real. Os depósitos podem ser feitos através do Pix, TED e DOC.

Publicidade

A empresa afirma que não cobrará taxas sobre os depósitos, mas as instituições bancárias podem aplicar uma tarifa de processamento. A corretora ainda não informou se os saques também estarão disponíveis, ou qual banco que atua no Brasil ficará responsável por processar essas transferências.

Com o saldo em conta, os brasileiros podem comprar e negociar mais de 100 criptomoedas listadas na plataforma. A Crypto.com também traduziu para português o painel da exchange e o seu aplicativo móvel.

O Brasil foi escolhido como a porta de entrada para a expansão da empresa na América Latina. De acordo com Filomena Ruffa, a gerente geral da Crypto.com na região, a integração do real é uma forma de se aproximar da comunidade brasileira.

“Sendo o maior país latino-americano e com o seu crescimento excepcional em soluções bancárias e financeiras digitais, o Brasil é um mercado muito importante para nós e esperamos tornar nossos serviços cripto acessíveis a todos”.

Publicidade

Crypto.com

Recentemente, a empresa ganhou destaque mundial por conta da sua parceria com a Visa. Foi através do cartão de débito da Crypto.com que a Visa começou a liquidar transações através da stablecoin USD Coin.  

A operação elimina a necessidade de converter moedas digitais em fiat antes de toda transação, e ainda está disponível apenas para o cartão da Crypto.com.

Fundada em 2016, a companhia já conta com mais de 10 milhões de usuários ativos e oferece diversos serviços que vão desde aplicativo de pagamentos com cripto, corretora, carteira de DeFi, e até mesmo um marketplace de NFT.

A Crypto.com também ocupa a 20ª posição entre as maiores exchanges do mundo, segundo a classificação do CoinMarketCap que avalia liquidez, tráfego e volume de negociação. Nas últimas 24 horas, a corretora movimentou R$ 1,9 bilhão.

Publicidade

Além disso, a empresa possui a sua própria criptomoeda chamada Crypto.com Coin (CRO). Em 2021, o ativo já valorizou 183% e ocupa atualmente o 43º lugar entre as criptomoedas com o maior valor de mercado.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA

Executivo da Bitwise afirma que mercado cripto está “subestimando” mudanças na política dos EUA

Clareza regulatória poderia trazer uma multidão de consultores financeiros no valor de US$ 20 trilhões para o setor cripto
Logotipo OKX ao fundo tela trading

OKX diz que contas de usuário foram drenadas com roubo de identidade

A exchange OKX disse que está colaborando com as autoridades e que o roubo não tem relação com o uso do Google Authenticator ou verificação por SMS
Imagem da matéria: Microstrategy e Michael Saylor irão pagar US$ 40 milhões em acordo de processo fiscal

Microstrategy e Michael Saylor irão pagar US$ 40 milhões em acordo de processo fiscal

Procurador-geral disse em 2022 que Saylor se envolveu em um “esquema fraudulento” para evitar o pagamento de impostos
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA