Imagem da matéria: Corretora de criptomoedas vai permitir saques em reais em shoppings do Rio, Recife e Vitória
Foto: Shutterstock

A corretora brasileira de criptomoedas Bitblue começou a permitir saques de Reais em estabelecimentos conveniados desde segunda-feira (18).

Será realizado um projeto piloto por 45 dias nas cidades do Rio de Janeiro, Brasília, Vitória e Recife. O serviço será prestado por lojas de câmbio localizadas no Shopping Leblon, Aeroporto de Brasília, Shopping Vitória e Shopping Recife

Publicidade

Conforme o comunicado de imprensa da exchange, o objetivo é inovar e oferecer uma nova facilidade aos clientes, que poderão sacar o saldo da própria conta em diferentes pontos comerciais espalhados pelas cidades.

“Diante de um mercado que está passando por uma crise de credibilidade, com diversas empresas segurando os pedidos de saques, nós procuramos sempre ter atitudes que tranquilizem os consumidores e permitam velocidade e liquidez imediata na retirada do dinheiro”, disse Edísio Pereira Neto, CEO da Bitblue, na nota divulgada pela assessoria.

Na hora de solicitar o saque, será possível escolher entre receber uma transferência bancária ou retirar em espécie em alguma loja. Nos estabelecimentos conveniados, as retiradas terão um limite máximo de R$ 10.000 por cliente e uma tarifa de até 2,5% sobre o valor sacado. Esse valor será repassado como forma de remuneração para a loja que oferecer o serviço.

Para possibilitar a nova funcionalidade, serão firmadas parcerias com estabelecimentos que recebem altos valores em espécie, iniciando em casas de câmbio e podendo expandir para diversos outros setores, como supermercados, farmácias e loterias, por exemplo.

São locais que diariamente precisam solicitar o recolhimento de dinheiro via carro forte, gerando custo e risco. Assim, além de um novo serviço aos clientes, a Bitblue passa a oferecer uma fonte de renda extra e uma nova opção aos pontos comerciais que lidam com um alto fluxo financeiro.

Publicidade

“Vamos acompanhar o comportamento dos consumidores e pretendemos expandir por diversos setores. Nosso propósito é facilitar a vida dos nossos clientes com serviços que conectem a experiência da criptomoeda com a vida real”, disse Neto.

A Europa Câmbio já disponibilizava a operação bitcoin/dólar na unidade do Shopping Leblon, no Rio de Janeiro, e nas lojas online com entrega na Grande São Paulo. A empresa pertence ao grupo B&T Corretora, também dona da BitBlue.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin exposta à frente de fundo escuro

Pesquisadores recuperam senha perdida há 11 anos de carteira com R$ 16 milhões em Bitcoin 

Contratada por um investidor, a dupla Joe Grand e Bruno fizeram engenharia reversa em um software para obter sucesso e restabelecer o acesso a 43,6 BTCs
Homem preso com as mãos algemadas nas costas

Polícia do Rio prende suspeitos de integrar quadrilha especializada em golpes com criptomoedas

Operação ‘Investimento de Araque’ foi deflagrada nos estados do Rio, Amazonas e Pará; suspeitos movimentaram mais de R$ 15 milhões em dois anos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin ensaia recuperação e Trump diz apoiar a mineração de BTC nos Estados Unidos

Manhã Cripto: Bitcoin ensaia recuperação e Trump diz apoiar a mineração de BTC nos Estados Unidos

Donald Trump disse, após um evento de campanha com mineradores de Bitcoin, que ele quer “todo o Bitcoin restante feito nos EUA”
moeda do bitcoin com o logo da microstrategy ao fundo

MicroStrategy quer arrecadar US$ 500 milhões com notas conversíveis para comprar mais Bitcoin

A empresa de Michael Saylor já é a maior detentora corporativa de Bitcoin, com participações que excedem 1% da oferta circulante de BTC