Imagem da matéria: Corretora de criptomoedas que quebrou vai usar paraíso fiscal em plano de  reestruturação
(Foto: Shutterstock)

A corretora de derivativos com criptomoedas CoinFLEX busca uma solução rápida para seus mais recentes problemas judiciais conforme abre um pedido de reestruturação em um tribunal nas Ilhas Seychelles, segundo a agência de notícias Bloomberg.

A corretora, que visa arrecadar US$ 84 milhões para pagar suas dívidas, quer aprovação de depositantes e do tribunal para seu plano proposto de emitir a depositantes tokens rvUSD, instrumentos de capital próprio e uma versão bloqueada do token nativo da plataforma (a moeda FLEX).

Publicidade

Segundo o artigo, a CoinFLEX informou seus clientes sobre o processo de reestruturação via e-mail na terça-feira (09).

“Estamos ansiosos para receber um novo grupo de acionista à CoinFLEX e contentes em estar em uma jurisdição onde possamos resolver rapidamente esta situação e devolver o máximo de valor aos depositantes”, afirmou o CEO da CoinFLEX, Mark Lamb, à Bloomberg.

A saga da CoinFLEX

A CoinFLEX suspendeu saques em sua plataforma no fim de junho, citando “condições extremas de mercado” e “incerteza contínua envolvendo uma contraparte”.

Em seguida, a corretora indicou que essa contraparte era Roger Ver, antigo pioneiro de bitcoin (BTC) e investidor-promotor do bitcoin cash (BCH), acusando-o de não pagar um empréstimo de US$ 47 milhões — algo que o próprio Ver nega.

Na sequência, esse número foi atualizado para US$ 84 milhões e a CoinFLEX entrou em arbitragem com Ver em um tribunal em Hong Kong.

Publicidade

A corretora também criou um passivo correspondente na forma de um token de passivo chamado “recovery value USD” (rvUSD), que pretende vender para solucionar um déficit criado após “um determinado indivíduo com alto valor patrimonial” falhar em fornecer a liquidez necessária para atender sua chamada de margem.

Desde então, a CoinFLEX disponibilizou 10% dos fundos de seus usuários para saque, apesar de a maioria dos depósitos de clientes continuar inacessível.

Na semana passada, em uma tentativa de reduzir custos, a corretora também anunciou um corte no número de funcionários que afetou número significativo [de pessoas] da equipe CoinFLEX dentre todos os departamentos e localidades”.

“A intenção é continuar tendo o tamanho adequado para qualquer empresa que considere uma possível oportunidade de aquisição ou parceria com a CoinFLEX”, afirmou a corretora.

Publicidade

Em relação à reestruturação proposta, além de finalizar os instrumentos necessários para abordar o que a CoinFLEX chama de “incompatibilidade entre nossos ativos disponíveis”, a corretora também planeja criar “Locked Balances Markets” (ou “Mercados de Saldos Bloqueados”, em tradução livre) — que seriam negociados com os saldos desbloqueados na plataforma.

A ideia, conforme explicado pela empresa em uma publicação recente, é que usuários que desejarem obter liquidez imediata com seus fundos congelados possam encerrar suas posições ou vendê-las para clientes que estejam interessados no plano de recuperação proposto envolvendo o token rvUSD, instrumentos de capital próprio e a moeda FLEX.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: "Centavo épico" de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

“Centavo épico” de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

Ordinals com uma música gerada por IA da Grimes foi inscrito num satoshi “épico” de Bitcoin avaliado em mais de R$ 10 milhões
Imagem da matéria: EUA acusam  2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

EUA acusam 2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

O Departamento de Justiça acusou Daren Li e Yicheng Zhang de orquestrar um esquema com criptomoedas de “abate de porcos”
Imagem da matéria: Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: "Realmente lamentável"

Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: “Realmente lamentável”

O fundador do Ethereum nem se importou em comentar sobre os ETFs, mas refletiu sobre a recente condenação de um desenvolvedor do Tornado Cash
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido