Imagem da matéria: Corretora de criptomoedas é hackeada e perde US$ 200 milhões em shitcoins
Foto: Shutterstock

A corretora de criptomoedas global Bitmart confirmou na manhã deste domingo (05) que duas de suas carteiras online foram hackeadas em um valor aproximado de US$ 200 milhões. Por consequência, a plataforma suspendeu a função saque até que uma análise concreta do ocorrido seja finalizada.

Segundo o comunicado da empresa, as carteiras afetadas foram uma online (hot wallet) com ETH e outra configurada para a exchange descentralizada Binance Smart Chain. “Todas as nossas outras carteiras estão seguras e ilesas”, diz o texto, que ao final pede compreensão a seus usuários.

Publicidade

Entre as criptomoedas roubadas estão Shiba Inu, Safemoon, Floki, Gala, Akita, entre muitas outras (veja a lista abaixo).

“Durante esse período, faremos o possível para manter a transparência e agradecemos seu apoio”, acrescentou a corretora cuja sede fica nas Ilhas Cayman.

Apesar do comunicado recente, o hack foi noticiado pela primeira vez pela Bitmart ainda na noite de sábado pelo fundador e CEO da empresa, Sheldon Xia, e reforçado pela plataforma na madrugada. “Identificamos uma violação de segurança em grande escala e agora estamos conduzindo uma análise de segurança completa e nos esforçaremos para manter a transparência”.

Ainda na noite de sábado, o incidente veio a público nas redes sociais e sites de notícias começaram a  divulgar a informação.

Conforme oCoindesk na ocasião, após um tweet da plataforma de análise de blockchain Peckshield, um dos endereços de carteira da Bitmart mostrava fluxos constantes de vários ativos “inteiros” para um outro, endereço atualmente especificado na Etherscan como o “Bitmart Hacker”, 

Veja abaixo a lista de todas as moedas roubadas:

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Em operação contra “Rei do Bitcoin”, PF descobriu fraude em contratos públicos envolvendo irmão do ex-governador do Paraná 

Em operação contra “Rei do Bitcoin”, PF descobriu fraude em contratos públicos envolvendo irmão do ex-governador do Paraná 

Nova operação da Polícia Federal apura crimes ligados às investigações da operação Daemon, de 2021, que prendeu o “Rei do Bitcoin”, Claudio Oliveira
Imagem da matéria: Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Em um processo judicial, a SEC argumentou que a Coinbase não pode exigir que o regulador escreva novas regras para o setor cripto
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Wells Fargo dos EUA e a Metaplanet do Japão anunciaram novos investimentos no Bitcoin
Imagem da matéria: El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

A mineração de Bitcoin é feita com energia do vulcão Tecapa, usando 300 processadores voltados para essa atividade