Binance
Foto: Shutterstock

A corretora Binance, emitiu ontem a tarde, inclusive divulgado pelo Declarando Bitcoin, nota oficial, onde, sem citar exatamente qual é o problema, o seguinte comunicado:

“São Paulo,17 de june de 2022 — A Binance, maior provedora global de infraestrutura para ecossistema blockchain e criptomoedas, informa hoje que vai trocar seu atual parceiro de pagamentos no Brasil para oferecer uma solução melhor para os clientes, enquanto conduz o processo de aquisição da corretora local Sim;paul, autorizada pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A Binance vai substituir a Capitual por um provedor de pagamentos local com extensa experiência, que será anunciado em breve.”

“A exchange destaca que vai promover uma transição suave nas próximas semanas e que está tomando todas as medidas necessárias, incluindo legais relacionadas à Capitual, para assegurar que os usuários não sejam afetados negativamente pela mudança.”

Isso, após ter anteriormente atribuído a paralisação aos sistemas do Bacen, o qual foi rechaçado pela instituição, que afirma em nota divulgada por meio de matéria de Thaís Barcellos, no Broadcast do Estadão:

Brasília, 17/06/2022 – O Banco Central esclareceu, em resposta a questionamentos da reportagem, que a corretora global de criptomoedas Binance não é instituição autorizada e nem participa de nenhum sistema operado pelo BC. O regulador do sistema financeiro ainda afirmou que seus sistemas estão operando normalmente.

Conclusões:

Publicidade
  1. o Bacen não tem relação direta com a Binance;
  2. a Binance dá a entender que o problema é o parceiro de pagamentos Capitual, e afirma ainda que está trocando de parceiro, e inclusive tomando medidas legais relacionadas ao parceiro.

Vale lembrar aqui que o Banco parceiro da Binance é também parceiro das corretoras Kucoin e Huobi.

Procuramos saber se na corretora Kucoin existiu o mesmo problema e identificamos as seguintes orientações:

  • “Inicie a nova verificação adicional ‘Capitual’ para a forma de pagamento. Este é um requisito do banco e da Capitual, não da KuCoin. Você deve preencher seu e-mail, número de telefone e nome completo”.
  • “Em seguida, você será redirecionado para a página da Capitual para preencher as demais informações necessárias, incluindo data de nascimento, CPF, nome da mãe, endereço completo, foto de identidade, selfie, etc.”

Resumindo, a corretora Kucoin, procedeu com as solicitações do Banco Capitual.

Hoje pela manhã, foi emitida então a nota oficial do parceiro Capitual, o qual não havia se manifestado ainda, e, a meu ver, foi a mais esclarecedora até o presente momento.

“O Capitual informa que os serviços prestados às exchanges internacionais com as quais tem parceria estão funcionando normalmente. Atendendo a uma determinação do Banco Central, o Capitual trabalhou nos últimos 45 dias em uma adequação de sua plataforma tecnológica para reforçar controles e maior segurança nas operações envolvendo criptomoedas. Essa adequação entrou em vigor no último dia16/6.

As exchanges parceiras KuCoin e Huobi adequaram seus sistemas às modificações ocorridas na plataforma do Capitual e os serviços prestados a seus usuários em transações com reais acontecem regularmente.

No caso da Binance, o Capitual aguarda informações sobre essa adequação.

O Capitual pauta que sua atuação pelo cumprimento da legislação e requisições dos órgãos reguladores e está comprometido com as medidas de combate à lavagem de dinheiro e financiamento de atividades ilícitas no mercado de criptomoedas. Desta forma entende que as exigências dos órgãos regulatórios, como o Banco Central, são mandatárias para a sua operação e de seus parceiros comerciais.”

A partir da manifestação do Capitual, fica claro que as demais exchanges todas atenderam o solicitado, enquanto a Binance, permanece em suspenso, e ao que parece, justamente por não ter atendido mais uma vez as exigências legais de funcionamento no Brasil.

E aí, Binance? Novamente ficam as perguntas sem respostas diretas a respeito de como ficamos. Eu já venho me manifestando sempre no sentido de que aparentemente não vemos um movimento da empresa em regularizar-se no Brasil. Em que pese tenhamos sempre a mesma afirmação da empresa:

“A Binance também reforça que o Brasil é um mercado extremamente relevante para a empresa e vai continuar a investir e expandir serviços no país”.

Não vemos em nenhum momento medidas práticas de adequação que nos assegurem que a corretora se regularizará no país, o que mantém o usuário sempre em clima de insegurança a respeito do futuro da empresa no Brasil.

Publicidade

Sobre a autora

Texto escrito por Ana Paula Rabello e publicado originalmente no blog Declarando Bitcoin. Rabello é Contadora, Perita Judicial e Especialista em Imposto de Renda.

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração do famoso sapo pepe

PEPE salta 19% e bate recorde após boato de listagem na Coinbase e hype da GameStop

As últimas 24 horas foram uma tempestade perfeita para Pepe: Roaring Kitty voltou causando um boom das memecoins, ao mesmo tempo que se espalhou rumores de listagem na Coinbase
Imagem da matéria: Joe Biden promete vetar resolução que visa frear política anticripto da SEC

Joe Biden promete vetar resolução que visa frear política anticripto da SEC

A Casa Branca disse que vetaria uma resolução aprovada hoje pela Câmara dos EUA “para impedir a tomada de poder regulatório da SEC”
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
Ministro Zhaslan Madiyev ex-gerente Binance Cazaquistão

Gerente da Binance é nomeado ministro de Desenvolvimento Digital no Cazaquistão

Depois de passagens por bancos e órgãos do governo cazaquistanês, Zhaslan Madiyev ocupa agora o maior cargo do Ministério de Desenvolvimento Digital, Inovações e Indústria Aeroespacial