Martelo de juiz e moeda física de bitcoin sob uma base com a abndeira da Coreia do Sul
(Foto: Shutterstock)

O governo da Coreia do Sul vai lançar um ‘Comitê de Ativos Digitais’ para supervisionar as exchanges de criptomoedas a partir do próximo mês, segundo publicação do site local NewsPim.

A nova entidade será uma versão maior e reorganizada do Comitê Especial de Ativos Virtuais (SCVC), que foi formado após o crash da TerraForm Labs no mês passado, que viu sua stablecoin TerraUSD (UST) e seu token de governança Terra (LUNA) perderem bilhões em questão de dias.

Publicidade

“O lançamento do Comitê de Ativos Digitais se dará imediatamente após a posse do novo presidente da Comissão de Serviços Financeiros (FSC)”, disse um funcionário do governo ao site.

O recém-eleito presidente sul-coreano, Yoon Suk-yeol, ainda não nomeou um candidato para substituir o presidente do FSC, Koh Seungbeom, mas deve fazê-lo nas próximas semanas. O FSC é o principal regulador financeiro do país.

O Comitê de Ativos Digitais fará recomendações de políticas, incluindo critérios para listagens de criptomoedas nas corretoras, um cronograma para Ofertas Iniciais de Moeda (ICO), e ações de proteção a investidores até que seja constituída a lei básica para o setor, apelidada de Digital Asset Basic Act (DABA).

O DABA é um pacote de políticas direcionado para o setor de criptomoedas que o presidente Suk-yeol pretende introduzir no próximo ano, juntamente com um regulador do governo mais ativo.

Publicidade

Coreia do Sul e as criptomoedas

Atualmente, as cinco principais corretoras de criptomoedas da Coreia do Sul — Upbit, Bithumb, Coinone, Korbit e Gopax — estão cooperando para evitar que outro cenário como o da Terra Luna se repita, de acordo com o relatório de ontem.

No entanto, a quantidade crescente de dinheiro transacionado nas corretoras fez com que o governo se sentisse pressionado a intervir.

“No final do ano passado, a movimentação diária de ativos virtuais era de 11,3 trilhões de won (cerca de US$ 9,1 bilhões), algo semelhante ao volume de negociação diária da KOSDAQ [bolsa de valores do país] “, disse o professor Hwang Seok-jin, membro do SCVC. “Mas não há proteção ao investidor, pois não há um sistema para isso”, acrescentou.


*Traduzido por Portal do Bitcoin com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Um complexo emaranhado entre bancos centrais em relação ao iene levará a uma frenética impressão de dinheiro, elevando o preço do Bitcoin, diz o cofundador da BitMEX
Tela de celular mostra logotipo Drex- no fundo notas de cem reais

Banco Central adia Drex para realizar novos de testes de privacidade

BC explica que primeira fase de testes foi focada em elementos de privacidade, mas as soluções encontradas “ainda não estão maduras”
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Os maiores tokens de jogos lançados em 2024 – até agora

O Notcoin aparece na lista dos maiores tokens de jogos deste ano, ao lado de Pixels, Portal, Saga e muito mais