Imagem da matéria: Coreia do Sul Intervém em Três Exchanges Acusadas de Desviar Dinheiro de Clientes
(Foto: Pixabay)

Promotores de Justiça da Coreia do Sul invadiram três exchanges por suspeitas de desvio de fundos de contas de clientes. As ações aconteceram entre segunda (12) e quarta-feira (14) da semana passada, segundo o site coreano Chosunilbo.

Todos os funcionários, incluindo os executivos, são suspeitos de usarem o dinheiro dos investidores para uso indevido na compra de criptomoedas em outras exchanges. “O Ministério Público de Seul confirmou a fraude em pelo menos três dias desta semana”, disse um porta-voz, conforme o portal do país. 

Publicidade

As autoridades confiscaram HDs, smartphones e documentos para serem periciados durante as investigações. Um dos promotores se pronunciou:

“Desde janeiro havia indícios de irregularidades quando, na ocasião, a Comissão de Serviços Financeiros e a Korea Financial Intelligence Unit (KoFIU) fizeram auditorias nas atividades de transferências em dinheiro pela corretora”.

No mesmo mês, o Serviço de Alfândega do país informou que houve transações ilegais de várias moedas fiat e criptomoedas num valor aproximado de US$ 600 milhões.

Exchanges ficarão sob controle do governo

Choi Heung-sik, chefe do Serviço de Supervisão Financeira (FSS) disse, segundo o Korea Times, que detectou possíveis informações privilegiadas a um funcionário da própria FSS que, por meio dos informes, fez transação em criptomoeda obtendo vantagens. Choi disse que o tornará público assim que for ratificada a participação.

Segundo noticiado na quarta (14) pelo site Financemagnates, as exchanges ficarão nas mãos da Comissão de Serviços Financeiros (FSA), órgão regulador de finanças no país até o desfecho do caso na Justiça.

A notícia vem em meio ao crescente debate sobre regulamentação das criptomoedas na Coréia do Sul a qual foi um dos primeiros países a considerar esse novo mercado financeiro como propício a atividades criminosas e lavagem de dinheiro.

Publicidade

Leia também: G20: “Criptomoedas Não São um Risco para o Sistema Financeiro Global”

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Miniaturas de homens em cima de moeda de Bitcoin gigante fazendo medição pela metade

Contagem regressiva para o halving: MB destaca a importância do evento para o mercado cripto

O Mercado Bitcoin também evidencia como surgiu o halving e quais os mecanismos utilizados para reduzir, pela metade, as emissões da moeda digital mais relevante do mercado
piramide financeira criptomoedas

Ex-diretora da pirâmide OneCoin é condenada a 4 anos de prisão nos EUA

Onecoin foi criada pela búlgara Ruja Ignatova, a famosa “Rainha das Criptomoedas” foragida do FBI
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

ETF de Ethereum tem 50% de chance de ser aprovado em maio, diz JP Morgan

O gigante bancário é o último a reduzir suas expectativas em relação à revisão das propostas da SEC para oferecer fundos vinculados ao preço do ETH
Imagem da matéria: Como saber o dia e hora que vai acontecer o halving do Bitcoin?

Como saber o dia e hora que vai acontecer o halving do Bitcoin?

O halving, que ocorre a cada 210 mil blocos do Bitcoin, está previsto para acontecer em abril, mas o momento exato segue mudando; entenda