Imagem da matéria: Como usar análise fundamentalista para investir em criptomoedas: a abordagem "enriqueça devagar"
Foto: Shutterstock

Resumo

  • A análise fundamentalista tenta determinar o valor justo de mercado de uma ação ou criptomoeda.
  • Se o valor justo de mercado for diferente do preço de mercado atual, é provável que haja uma oportunidade de compra ou venda lucrativa para o ativo em questão (já que se espera que o preço de mercado atinja o equilíbrio com o valor justo de mercado avaliado).
  • Há dois ramos principais de análise fundamentalista. A análise fundamentalista quantitativa analisa métricas e dados concretos. A análise fundamentalista qualitativa examina as características relacionadas à qualidade e é mais sutil e subjetiva.
  • A análise fundamentalista é normalmente usada para prever movimentos de preços em um período de tempo mais longo.
  • Analistas e traders usam a análise fundamentalista para avaliar o preço futuro dos criptoativos com base em sua adoção, casos de uso, concorrência, participação de mercado futura prevista e vários outros indicadores.

A análise fundamentalista evita a análise de gráficos de preços (análise técnica), observando um amplo conjunto de indicadores, bem como alguns julgamentos bem fundamentados — mas um tanto subjetivos — de analistas do setor. Antes de apresentar como a análise fundamentalista se relaciona com o investimento em criptomoedas, vamos dar uma olhada em como a análise fundamentalista é usada nos investimentos tradicionais.

Para os investidores do mercado de ações, os analistas fundamentalistas procuram ações que estejam sendo negociadas abaixo de seu “valor justo de mercado”, ou seja, ações que estejam sendo negociadas por menos do que eles acreditam que a empresa valha; isso significa que a capitalização de mercado atual (o número de ações multiplicado pelo preço atual) é menor do que eles interpretam que deveria ser.

Publicidade

Cenário da análise fundamentalista

Vamos a um exemplo: digamos que uma empresa tenha 5 milhões de ações que estão sendo negociadas a US$ 20 cada. Isso equivale a uma capitalização de mercado de US$ 100 milhões.

Se os analistas acreditarem que a empresa deveria ser avaliada de forma justa em US$ 140 milhões, isso equivaleria a um preço de US$ 28 por ação e seria uma oportunidade de compra.

Ou, se eles determinarem que o valor justo de mercado é de US$ 80 milhões, isso equivaleria a um preço da ação de US$ 16. Isso também poderia ser aproveitado com a venda a descoberto da ação — ou vendendo-a se você já a tiver em seu portfólio (na crença de que o preço cairá).

Investir com base na análise fundamentalista pressupõe que o mercado acabará percebendo que uma ação não está sendo avaliada corretamente e ajustará o preço de acordo.

Publicidade

A análise fundamentalista prevê movimentos de preços em um período de tempo mais longo, enquanto a análise técnica tende a favorecer previsões de movimentos de preços de curto prazo.

Se esses analistas determinarem que o preço atual das ações parece refletir com exatidão o valor da empresa (nesse caso, eles acreditam que ela está avaliada em cerca de US$ 100 milhões), não há nenhuma jogada de investimento acionável. Nesse caso, é provável que eles sigam em frente para ver se há uma oportunidade de lucrar com uma empresa diferente que esteja supervalorizada ou subvalorizada.

Em geral, a análise fundamentalista prevê movimentos de preços em um período de tempo mais longo (às vezes, anos), enquanto a análise técnica tende a favorecer previsões de movimentos de preços de curto prazo.

Quando se trata de investimento em ações, as métricas a serem consideradas incluem: a perspectiva do setor (onde a ação se encontra), a situação da economia em geral (alta ou baixa), o desempenho da ação em questão (ganhos por ação, lucratividade etc.) e os relatórios trimestrais e anuais fornecidos pela empresa em questão.

Publicidade

Análise fundamentalista qualitativa

O uso de números e métricas rígidas é chamado de análise fundamentalista quantitativa. O uso dessas medidas padronizadas é uma parte essencial da análise fundamentalista, mas há um outro lado dessas previsões de preço de longo prazo que utiliza o que é conhecido como análise fundamentalista qualitativa.

Mais subjetiva e menos tangível em alguns aspectos, a análise fundamentalista qualitativa mede a qualidade de uma empresa observando seu reconhecimento de nome, equipe de liderança, estrutura organizacional e outros diferenciais de mercado, como tecnologia ou produtos mais avançados ou patenteados.

Enquanto a análise quantitativa é mais uma ciência, a análise qualitativa é mais uma arte. Em geral, sugere-se combinar os dois tipos de análise fundamentalista para obter uma visão mais clara do investimento.

Análise fundamentalista em criptomoedas

Os analistas que usam o método fundamentalista do setor de criptomoedas usam métodos semelhantes, mas precisam contar com diferentes conjuntos de dados e medidas qualitativas.

Sem relatórios trimestrais e com designações de setor pouco nítidas, esses analistas de ativos digitais precisam examinar outros indicadores. Quando se trata de análise quantitativa, observar o tokenomics (a economia do token) é um bom ponto de partida. A partir daí, você pode querer se aprofundar na análise qualitativa, observando a equipe principal, os primeiros investidores, o whitepaper, as realizações de projetos anteriores e a trajetória do roadmap — e suas chances de sucesso.

Publicidade

Certamente, as opiniões podem ser divergentes ao analisar algumas dessas características. Vejamos o líder ou a equipe de um projeto. Alguns analistas valorizam uma equipe pública e aberta de indivíduos bem conhecidos e bem-sucedidos no passado. Por outro lado, outros analistas podem valorizar um projeto sem líder, que pode ter uma equipe pseudônima ou anônima, ou até sem um líder. 

Por exemplo, o Bitcoin não tem uma sede, um conselho de administração ou mesmo um fundador conhecido. Embora Satoshi Nakamoto tenha criado o Bitcoin, ninguém sabe quem é essa pessoa ou grupo.

Para os analistas que podem estar preocupados com os riscos legais ou regulatórios que acompanham uma empresa ou equipe de criptoativos, isso pode ser considerado um ponto positivo, e não negativo. De acordo com isso, outros analistas podem preferir a governança de uma organização autônoma descentralizada (DAO) em vez da tomada de decisões centralizada de uma pequena equipe.

Dividindo casos de uso de cripto: exemplos de armazenamento e pagamentos

Da mesma forma que você não compararia a Coca-Cola com a Ford ou o McDonald’s com a SpaceX (mas compararia a Ford com a Tesla), você precisa separar os projetos cripto por seus casos de uso pretendidos — e seus setores relevantes.

Os casos de uso da blockchain incluem: criptomoeda, oráculos, finanças descentralizadas (DeFi), jogos, AI, armazenamento descentralizado, tokenização de ativos do mundo real (RWA) e muito mais. 

Depois que as categorias forem estabelecidas, você precisará tentar responder às seguintes perguntas:

  • Qual é o mercado geral para esse caso de uso?
  • Quanto tempo esse mercado levará para amadurecer?
  • Qual é a porcentagem do mercado que esse projeto provavelmente conquistará?
  • Esse projeto cripto tem concorrentes importantes?

É claro que as perguntas são a parte fácil do teste. As respostas é que exigem algum trabalho; elas são avaliadas com o passar do tempo e as previsões são validadas ou não. Quando se trata de criptomoedas, espera-se que muitos desses setores ganhem participação de mercado de alternativas centralizadas.

Publicidade

Vejamos o armazenamento em nuvem como exemplo.

O mercado de armazenamento em nuvem foi avaliado em cerca de US$ 90 bilhões em 2022 e espera-se que ultrapasse US$ 300 bilhões até 2028. O mercado de armazenamento descentralizado do setor cripto está atualmente avaliado em cerca de US$ 4,75 bilhões.

Se você acredita que as opções descentralizadas de armazenamento em nuvem ganharão participação de mercado das alternativas centralizadas de armazenamento em nuvem nesse setor em expansão, talvez queira analisar alguns números para ver se faz sentido investir nesse setor.

As opções populares de armazenamento em nuvem descentralizado incluem Filecoin, Arweave e Storj. Se você acredita que elas estão subvalorizadas, talvez queira selecionar aquelas que acredita serem mais promissoras, que estejam subvalorizadas em relação aos concorrentes ou que tenham maior penetração no mercado. Para reduzir seu risco, você pode simplesmente diversificar sua exposição em vários desses projetos.

Da mesma forma, muitos fazem previsões de preços para o BTC usando essas perguntas:

  • Qual é o mercado para remessas internacionais, infraestrutura de pagamento descentralizada e uma alternativa à moeda fiduciária?
  • Se o BTC capturar (insira o número)% desse mercado, qual será o valor em termos de capitalização de mercado?
  • Se essa previsão de capitalização de mercado estiver correta, qual seria o valor de cada BTC?
  • Quantos BTC foram perdidos permanentemente?
  • É provável que o BTC alcance o domínio do mercado para esses casos de uso?
  • Outras criptomoedas surgirão para desafiar o BTC?

Muitas das previsões de preços de longo prazo do BTC utilizam análise fundamentalista para calcular uma variedade de preços (US$ 100 mil, US$ 250 mil ou US$ 1 milhão/BTC) em uma variedade de datas futuras.

Em geral, esses números não são escolhidos do nada; eles são respaldados pela análise fundamentalista. Obviamente, a diferença na forma como você responde a algumas dessas perguntas importantes sobre o BTC é responsável pelas grandes disparidades de preços nessas previsões.

Muitas vezes, essa análise deve pesar com precisão o valor fundamental — ou intrínseco — do BTC. Para os defensores do BTC, alguns veem essa tecnologia como revolucionária e quase inestimável. Para os céticos das criptomoedas (Peter Schiff, Warren Buffet), muitos veem o BTC e outras criptomoedas como sem valor e afirmam que elas não têm valor inerente ou intrínseco.

Muitos ficam entre esses dois pontos de vista extremos em algum tipo de meio-termo derivado da análise fundamentalista.

Analisando o valor intrínseco de uma blockchain

Conhecer os conceitos básicos sobre análise fundamentalista pode ajudá-lo a tomar decisões de investimento mais bem informadas. Isso pode permitir que você entenda a lógica das previsões de preços feitas por especialistas ou até mesmo fazer suas próprias estimativas aproximadas sobre os movimentos futuros de preços.

Em última análise, cabe a você decidir como avaliar o valor desse espaço dinâmico e em expansão. Embora muitos tenham previsto a queda do Bitcoin, do Ethereum e do ecossistema de criptomoedas em geral, ele ainda continua sendo uma grande potência econômica com uma capitalização de mercado combinada superior a US$ 1 trilhão (abaixo de uma alta de quase US$ 3 trilhões em 2021).

Como o mercado de criptoativos ainda é incipiente e muito volátil, talvez você deva considerar ler e ouvir a análise fundamentalista de especialistas e analistas de criptomoedas.

Embora muitas vezes seja bastante difícil prever os preços desses ativos digitais em horizontes de tempo mais curtos (dias, semanas e até meses), o uso da análise fundamentalista pode ajudá-lo a prever o preço futuro deles em 5 a 10 anos — desde que a análise seja feita corretamente e as suposições críticas se tornem realidade.

Aviso: esta série de investimentos é estritamente para fins informativos e de entretenimento. Ela não deve ser interpretada como orientação financeira ou de investimento. Não invista com base em ferramentas de previsão de preços ou previsões apresentadas nesta série. Consulte um profissional de investimentos ou um planejador financeiro se achar que precisa de orientação sobre investimentos.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

You May Also Like
Agentes da Polícia Federal emoperação contra russos radicados noBrasil

PF faz operação contra russos radicados no Brasil que lavaram dinheiro com criptomoedas

A operações que ocorrem nesta terça-feira (27) nos estados de Santa Catarina, Goiás e Ceará também têm brasileiros como alvos
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETF de Bitcoin da BlackRock estreou hoje na B3; veja como investir

BDR do ETF de Bitcoin à vista da BlackRock lançado nos EUA já está disponível para investidores de todos os tipos no Brasil
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 52 mil em meio a apostas de novas máximas; Reino Unido quer regular stablecoins em 6 meses

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 52 mil em meio a apostas de novas máximas; Reino Unido quer regular stablecoins em 6 meses

Bitcoin opera com leve queda na manhã desta terça-feira (20), enquanto o Ethereum teve avanço modesto, ainda abaixo de US$ 3 mil
Senado, Congresso, Câmara dos Deputados, Brasília, Parlamento

PL de segregação prevê que empresas cripto individualizem contas de clientes, mas mercado quer outra solução

Grandes empresas do setor cripto defendem que segregação patrimonial seja feita via contabilidade e outros meios em vez de contas individuais