Imagem da matéria: Como um único investidor fez o preço do Ethereum (ETH) cair para US$ 950 na Uniswap
(Foto: Shutterstock)

Conforme o preço do Ethereum (ETH) cai 17% nesta segunda-feira (13) e oscila em torno de US$ 1,2 mil, muitos investidores e observadores da indústria cripto estão se preparando para uma queda histórica de volta à casa das centenas de dólares.

Mas isso já havia acontecido na noite de domingo (12) na corretora descentralizada (DEX) Uniswap, apesar de ter sido por um breve momento. Lá, o preço do ether atingiu US$ 960 após uma “baleia”  —  termo que se refere a um investidor que detém grandes quantias de criptomoedas — ter despejado mais de 65 mil ETH no mercado.

Publicidade

O evento foi notado pela comunidade do CriptoTwitter porque o preço estava significativamente mais baixo do que em outras corretoras, onde a cotação do ETH oscilava em torno dos US$ 1,3 mil. Porém, tudo não passou de uma breve flash crash na Uniswap e o preço se recuperou junto com o resto do mercado.

Aparentemente, a momentânea queda abaixo de US$ 1 mil do ether foi um resultado da enorme venda da baleia, que se estendeu tanto pela Uniswap como pela DEX adversária, SushiSwap.

Na transação, 65.104 ETH foram vendidos de um “vault” do projeto de finanças descentralizadas (DeFi) Oasis, com um preço médio de venda de quase US$ 1.156 por ether (ou mais de US$ 75 milhões). Os tokens foram vendidos por lotes de stablecoins pareadas ao dólar, incluindo DAI, USDC e USDT.

Mariano Conti, investidor-anjo e consultor de projetos do Ethereum, tuitou que o investidor aparentemente estava vendendo o grande tesouro em ether para “pagar dívidas e diminuir seu risco” na plataforma de empréstimos DeFi MakerDAO — talvez para cobrir um empréstimo que estava prestes a ser liquidado.

Publicidade

Porém, ao movimentar uma enorme quantia de ether em uma só transação, o vendedor aparentemente obteve um preço abaixo do esperado. Conforme mostrado pelos dados do vault da Oasis, o preço do ether no oráculo naquele momento era US$ 200 maior do que o preço médio de venda na transação. O vendedor também pagou quase US$ 152 mil em taxas à Oasis pela transação.

Algumas horas depois, o mesmo dono do vault da Oasis vendeu outros 27.947 ETH a um preço médio de US$ 1.181 cada (ou US$ 33 milhões). Novamente, o vendedor obteve um preço baixo em comparação ao valor de mercado que o oráculo mostrava na época (US$ 1.335).

Segundo dados do CoinMarketCap, o ether perdeu 17% de seu preço nas últimas 24 horas e é negociada a cerca de US$ 1.220. Na semana, o ativo acumula perdas de 34%.

O Bitcoin (BTC) também enfrenta um dia de baixa. Com seu atual preço de US$ 23,2 mil, o criptoativo está 66% distante de sua alta recorde de US$ 68,7 mil registrada em novembro de 2021.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin sobe mais de 3% após dado de inflação dos EUA cair em abril

Bitcoin sobe mais de 3% após dado de inflação dos EUA cair em abril

Bitcoin, Ethereum e outras criptomoedas sobem nesta quarta-feira após o relatório do CPI dos EUA mostrar que os preços subiram mais lentamente que o esperado
Imagem da matéria: "Centavo épico" de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

“Centavo épico” de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

Ordinals com uma música gerada por IA da Grimes foi inscrito num satoshi “épico” de Bitcoin avaliado em mais de R$ 10 milhões
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoin da rede Solana com tema GameStop sobe 1.900% e desperta febre do GME

A memecoin GME decolou na segunda-feira (13), entregando retornos consideráveis, superando os das ações da GameStop
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink