Imagem da matéria: Como um investidor perdeu 42 ethers tentando comprar um token DeFi mal feito
Foto: Shutterstock

O desespero em torno do lançamento da criptomoeda WTF foi tão grande que um usuário perdeu um total de 42 ethers negociando o token assim que ele começou a circular mesmo que não tivesse liquidez no mercado.  

O usuário anônimo, muito provavelmente sem se dar conta do que estava prestes a fazer, usou 42 ETH para comprar 0.000044 WTF, uma quantia de token que no momento da troca não passava de R$ 0,000028.

Publicidade

O prejuízo do investidor, por outro lado, não foi nada pequeno e ficou por volta de R$ 766 mil, com base na atual cotação de R$ 18.250 do Ethereum.

A transação rastreada na blockchain e divulgada no Coindesk, mostra que a transação aconteceu na exchange descentralizada (Dex) Uniswap, e só foi possível devido à baixa liquidez no pool de negociação.

A culpa pelo problema de liquidez foi da própria equipe do WTF, cuja aparente falta de planejamento ao lançar o token, resultou num mercado instável, prejudicial para os usuários comuns mas altamente lucrativo para os operadores de robôs de negociação.

Como tudo deu errado

Conforme mostrou no Twitter o usuário @cat5749, a equipe do fees.WTF adicionou 2211.46 WTF no pool de liquidez da moeda, e praticamente nada de Ethereum em contrapartida. 

Publicidade

Um pool de liquidez, vale lembrar, é a base de como os protocolos de finanças descentralizadas (DeFi) operam: indivíduos oferecem liquidez para um par de negociação, isto é, travam certa quantia de criptomoedas — ganhando recompensas no processo — para permitir que compradores e vendedores façam transações sem precisar esperar que alguém do outro lado esteja disposto a negociar naquele momento.

Quando a equipe do fees.WTF adicionou mais WTF do que wETH no pool de liquidez, os bots de trade enxergaram uma oportunidade.

Assim que o pool foi aberto, um bot comprou quase todas as moedas (2211,45 WTF) por 2 ETH. Depois disso, não havia quase WTF disponível no pool e os bots começaram a competir pelo que sobrou, fazendo o preço do token disparar.

“Nesse ponto, o par WETH/WTF havia acumulado dezenas de ETH em compras de bots com quase nenhum WTF no pool, o que significa que vender qualquer quantia em WTF seria extremamente lucrativo”, escreveu o usuário meows.eth.

Publicidade

Dessa forma, aquele primeiro bot que foi mais rápido do que os outros e comprou a maior parcela de tokens, voltou para vendê-los por um preço muito maior e faturar R$ 1 milhão em Ethereum (58 ETH) em questão de minutos.

“O operador enviou uma transação ultrarrápida de 3.000 gwei no bloco seguinte, vendendo o mesmo WTF que havia comprado anteriormente por quase 6 vezes o valor que haviam comprado. Como resultado, essa pessoa conseguiu drenar com sucesso 58 ETH em liquidez do pool $WETH <> $WTF em menos de um minuto”, escreveu o usuário.

Como resultado disso tudo, o preço do WTF desvalorizou 46% nas últimas 24 horas, segundo o CoinGecko. O token, que começou a circular por US$ 0,28, está valendo cerca de US$ 0,15 na tarde desta sexta-feira (14).

fees.WTF

O fees.wtf é uma dApp construída na rede do Ethereum que permite ao usuário visualizar através do serviço quanto gastou em taxas nas suas transações passadas.

Ao lançar sua própria moeda na noite de quinta (13), o projeto seguiu um modelo que está se tornando comum no meio descentralizado: distribuem tokens aos usuários com base no seu uso do protocolo.

Publicidade

Essa estratégia, entretanto, também atrai os golpistas. Na virada do ano, um projeto semelhante ao fees.WTF chamado EtherWrapped, também criou uma criptomoeda e a distribuiu para os usuários da rede.

O airdrop se revelou uma fraude já que uma linha de código maliciosa no contrato da moeda impedia a sua venda no mercado, fazendo seu preço subir de forma artificial e atraindo mais investidores no processo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

ETFs de Ethereum: aqui estão todas as solicitações aguardando aprovação da SEC

O prazo de decisão da SEC para os produtos propostos com Ethereum varia de final de maio a início de agosto
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas
bitcoin e ethereum em grafico vermelho de queda

Bitcoin e Ethereum passam a cair e provocam liquidações de US$ 150 milhões

Tanto o Bitcoin quanto o Ethereum despencaram na manhã de sexta-feira (10), provocando uma onda de liquidação de longo prazo
Ilustração de correntes ilustradas com pequenos zeros e uns

Projeto para soluções do sistema carcerário via blockchain vence hackathon na Ethereum Rio

Freedom Chains visa que todo tipo de comportamento do preso seja registrado on chain para evitar corrupção ou injustiças