Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada
Shutterstock

A notória volatilidade do preço do Bitcoin está aumentando à medida que nos aproximamos do próximo halving, tornando cada vez mais difícil prever onde as coisas vão parar após o evento. Mas isso não impede ninguém de tentar.

As previsões de especialistas sobre os movimentos de preço do BTC pós-halving diferem dependendo da abordagem usada para examinar o mercado. Analistas on-chain, por exemplo, estão otimistas em termos de direção, enquanto analistas técnicos são muito mais cautelosos.

Publicidade

“É difícil dizer, mas certamente a pressão de venda dos traders tem diminuído, pois basicamente já obtiveram todo o lucro”, disse Julio Moreno, Chefe de Pesquisa da CryptoQuant, ao Decrypt. 

De acordo com as métricas da empresa, o “preço realizado pelos detentores de curto prazo” voltou a se aproximar do preço de mercado do ativo. Isso significa que os traders de curto prazo, em conjunto, não estão mais com grandes lucros que os incentivariam a vender imediatamente.

Os lucros não realizados em toda a rede eram bastante grandes até a retração do Bitcoin neste mês, disse a CryptoQuant, impulsionados pela desaceleração das entradas de ETFs de Bitcoin junto com os conflitos crescentes no Oriente Médio que impactaram todos os mercados de alto risco.

Embora o Cripto Twitter possa ter se assustado pela retração, a empresa de análise IntoTheBlock diz que foi “o dia a dia dos negócios” para o Bitcoin, novamente citando a lucratividade dos investidores.

Publicidade

“No momento das máximas, mais de 97% dos detentores estavam lucrando por um período prolongado”, disse o diretor de marketing Vincent Maliepaard. “Isso raramente ocorre e nunca é sustentável”.

Em termos comparativos, o tamanho da retração nem foi tão grande”, acrescentou, caindo apenas 10% a 20% de suas máximas. Antes do topo do ciclo de 2017, o Bitcoin experimentou múltiplas quedas superiores a 30% de suas máximas. 

Enquanto isso, métricas de impulso rastreadas pelo Glassnode continuam a subir em todos os períodos analisados — um sinal de que o impulso do mercado de alta ainda está em grande parte em andamento com base nas mudanças na base de custo média do investidor ativo, disse a empresa. 

“Um arrefecimento está em curso no indicador mais rápido de 30 dias, exatamente o que queremos ver para uma redefinição adequada”, escreveu James Check, analista líder do Glassnode, na quarta-feira (17).

Publicidade

Por outro lado, analistas dos gigantes bancários JP Morgan e Goldman Sachs, ambos alertaram que o preço do Bitcoin poderia sofrer após o halving. 

“Vemos um lado negativo para o preço do Bitcoin pós-halving por várias razões”, escreveram os analistas do JP Morgan liderados por Nikolaos Panigirtzoglou em um relatório de quarta-feira.

O banco acredita que o halving já foi precificado pelo mercado, estimando que o preço do ativo digital, ajustado pela volatilidade em relação ao ouro, deveria estar mais próximo de US$ 45 mil. O mercado de criptomoedas também experimentou uma falta de financiamento de capital de risco, observou, e o interesse aberto em futuros de Bitcoin permanece elevado.

Em um relatório na semana passada, o Goldman Sachs reconheceu que o preço do Bitcoin geralmente aumenta para novas máximas após o halving, mas que o timing do aumento difere entre diferentes ciclos. O próprio halving, afirmou, também poderia ser um evento para vender notícias (uma expressão comum no mercado é “buy the rumor, sell the news” ou na tradução literal compre o boato, venda o fato). 

“Deve-se ter cautela ao extrapolar os ciclos passados e o impacto do halving, dadas as respectivas condições macroeconômicas prevalecentes”, disseram os analistas do banco.

Publicidade

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Imagem da matéria: Volume de negociação de 'Notcoin' ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Volume de negociação de ‘Notcoin’ ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Jogo Notcoin, baseado no Telegram, lançou mais de 80 bilhões de tokens para cerca de 35 milhões de jogadores em um airdrop
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia