Explosão nuclear
Shutterstock

Um novo maremoto parece estar se armando no setor cripto. Nesta quinta-feira (2), o Silvergate Bank – banco com foco em criptoativos e parceiro das corretoras Binance e Coinbase – anunciou que vai atrasar em duas semanas a apresentação de seu relatório anual, gerando medo no mercado de que os problemas da instituição possam ser ainda mais profundos que se esperava.

Os danos foram avassaladores e imediatos: durante o final da tarde desta quinta, as ações da empresa nos EUA estão registrando queda de quase 50%, valendo US$ 6,93.

Publicidade

A depreciação é resultado também de dois bancos de investimento terem rebaixado o status do Silvergate. O JP Morgan tirou o banco da classificação de “neutral” (neutro) e passou para “underweight” (abaixo do peso), que é quando o banco informa que espera que a ação se saía pior do empresas de capital aberto que são benchmarks do setor.

A definição do Canaccord é mais direta: de “buy” (compre) foi para “hold” (segurar).

Como grande parte de tudo que ocorreu de novembro para cá no mercado cripto, a queda do Silvergate começou com o colapso da FTX. O banco tinha US$ 1 bilhão em depósitos na exchange.

E as perdas não pararam aí: em um relatório reproduzido em parte pelo Coindesk, o JP Morgan afirma que o Silvergate teve que vender ativos que estavam no prejuízo e realizou uma perda de US$ 886 milhões no último trimestre.

Já o Decrypt apointa que o banco espera ter que vender US$ 1,7 bilhão em ativos em breve, para pagar um empréstimo feito junto ao Federal Home Bank of San Francisco, cidade da Califórnia onde fica a sede do Silvergate.

Publicidade

Relação com Coinbase e Binance

A queda da Silvergate tem potencial de afetar grande parte do ecosssistema cripto. Há duas semanas, a Reuters revelou que a Binance, maior exchange cripto do mundo, teve acesso à conta bancária no Silvergate da Binance.US e transferiu milhões para uma empresa de trading de propriedade do CEO da holding, Changpeng “CZ” Zhao, sem o conhecimento do diretor-presidente da Binance.US. 

Nesta quinta-feira (2), o atraso na divulgação do relatório fez a Coinbase decidir por interromper a relação comecial que mantinha até então com o Silvergate. A corretora disse no Twitter que “não está mais aceitando ou iniciando pagamentos de ou para Silvergate”.

Pelo rede social, a Coinbase afirmou que irá usar outros bancos para as operações: “A Coinbase facilitará transações em dinheiro de clientes institucionais com nossos outros parceiros bancários e tomou medidas proativas para ajudar a garantir que os clientes não sofram nenhum impacto com essa mudança”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
ilustração do famoso sapo pepe

PEPE salta 19% e bate recorde após boato de listagem na Coinbase e hype da GameStop

As últimas 24 horas foram uma tempestade perfeita para Pepe: Roaring Kitty voltou causando um boom das memecoins, ao mesmo tempo que se espalhou rumores de listagem na Coinbase
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

A volta do hype da GameStop desencadeou a criação de milhares de memecoins – uma delas saltou 1.900% na tarde passada