Imagem da matéria: Coinbase Pro adiciona Chiliz e Keep, mas adia listagem de rival da Dogecoin
Foto: Shutterstock

A Coinbase Pro, plataforma para traders da corretora norte-americana, liberou a negociação das criptomoedas Chiliz (CHZ) e Keep Network (KEEP), como divulgado na terça-feira (15). No entanto, a listagem do Shiba (INU), que também foi anunciada naquele dia, foi adiada.

Em comunicado publicado em seu blog, a exchange disse que não disponibilizou o token baseado em meme de cachorro — principal rival da Dogecoin (DOGE) — por causa de complicações na plataforma.

Publicidade

“Estamos enfrentando problemas técnicos que irão atrasar temporariamente o lançamento do SHIB na Coinbase Pro. No momento, estamos desativando os depósitos do SHIB; retiradas ainda estão disponíveis. Forneceremos um cronograma atualizado para restaurar os depósitos e permitir a negociação o mais rápido possível”.

Em maio, um problema técnico semelhante também afetou o lançamento da Solana (SOL) na Coinbase Pro. A criptomoeda, anunciada para ser listada no dia 24, acabou sendo disponibilizada para os clientes só no final daquele mês.

Mais listagens

Na quinta-feira (17), a corretora dos Estados Unidos também anunciou a liberação das criptomoedas CHZ, KEEP e SOL na Coinbase.com.

Em resumo, o SOL é o token da Solana, um projeto que visa melhorar a escalabilidade da blockchain usando uma combinação de prova de consenso de interesse e prova de história.

Publicidade

O CHZ é o ativo digital que alimenta o Socios.com, uma plataforma que permite aos usuários trocar criptomoedas para mostrar seu apoio a equipes esportivas profissionais.

Já o KEEP é um token que alimenta a Keep Network, uma blockchain que conecta redes descentralizadas públicas e dados privados.

VOCÊ PODE GOSTAR
solana, criptomoedas,

Este evento vai fazer a Solana atingir US$ 400 este ano, projeta analista

Para analista da Merkle tree, a Solana pode disparar 170% este ano puxado por memecoins ligadas aos candidatos na eleição dos Estados Unidos
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Hong Kong bane Worldcoin por coleta de dados “desnecessária e excessiva”

A Worldcoin chegou a escanear o rosto e a íris de 8.302 indivíduos durante sua operação em Hong Kong, segundo autoridades
Imagem da matéria: Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Apesar de chamara cada vez mais atenção, muitas pessoas ainda não sabem o que é a tokenização de ativos e como ela funciona