Imagem da matéria: CME expande oferta de bitcoin para incluir mini-contratos futuros
Foto: Shutterstock

A Chicago Mercantile Exchange (CME) lançará um mini-contrato futuro de Bitcoin em 3 de maio, dependendo da aprovação dos reguladores.

Isso expandirá sua oferta de futuros atual, onde cada contrato é composto de 5 Bitcoin ($ 295.000). Em contraste, os contratos para os novos futuros do Micro Bitcoin serão de 0,1 Bitcoin cada (US $ 5.900), de acordo com um comunicado divulgado hoje.

Publicidade

Esses micro-futuros de Bitcoins serão muito mais acessíveis para traders menores e oferecem uma ampla variedade de casos de uso, incluindo negociações de hedge ou execução de certas estratégias de negociação.

Tim McCourt, chefe global de índices de ações e produtos de investimento alternativos do CME Group, disse que o produto está sendo lançado devido ao aumento da demanda por contratos menores de uma série de clientes.

O CME recentemente introduziu contratos futuros de Ethereum, que viram uma média de 38.400 Ethereum negociados diariamente (US$ 70 milhões). Já os contratos futuros de Bitcoin têm uma média de 69.000 Bitcoins negociados diariamente – no valor de US$ 4 bilhões.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
Letras que formam a sigla ETF próximas a uma moeda dourada de Bitcoin (BTC)

ETFs de Bitcoin têm novo dia de saídas com fluxo de US$ 226 milhões liderado pela Fidelity

O único ETF de Bitcoin a ter entrada líquida na quinta foi o IBIT da BlackRock, o maior em valor patrimonial líquido, com fluxo positivo de US$ 18 milhões
Imagem da matéria: Gêmeos Winklevoss doam US$ 2 milhões em Bitcoin a Trump para combater "guerra às criptomoedas"

Gêmeos Winklevoss doam US$ 2 milhões em Bitcoin a Trump para combater “guerra às criptomoedas”

Os cofundadores da Gemini disseram que ficaram do lado de Donald Trump e doaram Bitcoin para derrubar a campanha de reeleição do presidente Biden
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

“Pharma Bro” afirma que filho de Donald Trump é o real dono da memecoin DJT

Após revelar seu envolvimento na criação da memecoin TrumpCoin (DJT), “Pharma Bro” agora diz que o filho do ex-presidente Donald Trump é o verdadeiro dono do token
Imagem da matéria: Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Relatório da Crystal Intelligence mostra que em 13 anos ocorreram 785 casos de roubos de criptomoedas, no valor total de US$ 19 bilhões