Imagem criada po AI sugere reunião entre humana e robô em uma mesa de escritório
Reprodução/Decrypt

Procurando estender sua liderança à frente dos desenvolvedores rivais de inteligência artificial (AI) e acalmar os temores de perda de dados, a OpenAI – criadora do ChatGPT – lançou o ChatGPT Enterprise nesta semana. A empresa afirma que a versão corporativa do ChatGPT oferece segurança de nível empresarial, privacidade e uma experiência do GPT-4 mais rápida.

“Hoje marca mais um passo em direção a um assistente de AI para o trabalho que ajuda em qualquer tarefa, é personalizado para sua organização e protege os dados de sua empresa”, disse a OpenAI em um post anunciando o lançamento.

Publicidade

A notícia do lançamento chega no momento em que os chatbots de AI estão se tornando cada vez mais comuns no local de trabalho e em casa.

A OpenAI afirma que o ChatGPT Enterprise não tem limites de uso e é executado até duas vezes mais rápido que o produto ChatGPT básico. A versão empresarial, diz a companhia, também inclui acesso ilimitado ao GPT-4, lançado em março, bem como análises avançadas e créditos de API gratuitos.

Como a maioria dos aplicativos de software empresarial, a OpenAI afirma que deseja personalizar a experiência para cada empresa.

“O preço dependerá do caso de uso de cada empresa”, disse um porta-voz da OpenAI ao Decrypt. “Os interessados ​​devem entrar em contato com a OpenAI para obter mais informações”.

“Levamos a privacidade a sério”

O popular chatbot gerou polêmica conforme tem se espalhado pelo local de trabalho, e as empresas podem hesitar em integrar o ChatGPT em suas operações.

Publicidade

“A OpenAI leva a privacidade a sério e temos a mesma política para nossa API: não usamos dados enviados por clientes por meio de nossa API para treinar ou melhorar nossos modelos”, disse o porta-voz.

Em maio, empresas como Apple, Samsung, Verizon, Amazon e Goldman Sachs proibiram funcionários de usar o ChatGPT no trabalho, temendo o vazamento de dados confidenciais armazenados em servidores de terceiros. A OpenAI espera aliviar esses medos com uma rede de segurança cibernética atualizada.

Em junho, os funcionários da Câmara dos Representantes dos EUA foram aconselhados a usar apenas a atualização ChatGPT Plus devido aos seus recursos adicionais de segurança e privacidade.

“Você possui e controla seus dados comerciais no ChatGPT Enterprise. Não treinamos com base em seus dados de negócios ou conversas, e nossos modelos não aprendem com seu uso”, disse a OpenAI. “O ChatGPT Enterprise também é compatível com os padrões SOC 2 e todas as conversas são criptografadas em trânsito e em repouso”.

Publicidade

Desenvolvido em 2010 pelo Instituto Americano de Contadores Públicos Certificados (AICPA), o SOC System and Organization Controls 2, mais conhecido como SOC 2, é uma estrutura para auditoria e relatórios sobre controles em organizações de serviços que armazenam dados de clientes na nuvem.

Outras empresas que oferecem AI de nível empresarial incluem IBM, NVIDIA, Hewlett Packard e a startup de AI Reka, que arrecadou US$ 50 milhões em junho.

*Traduzido por Rodrigo Tolotti com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Bitcoin pode um dia substituir o dólar americano, diz criador do Twitter

Em um sofisticado retiro na Toscana, Jack Dorsey compartilhou sua visão sobre a ascensão do Bitcoin à supremacia global
Ilustração mostra sinal triangular de alerta vermelho e anzol simulando golpe de phishing

Compound, um dos maiores serviços DeFi, tem site invadido por hackers

O site da Compound Finance foi substituído por uma página de phishing que tenta roubar criptomoedas dos clientes
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Manhã Cripto: Trump vai participar da maior conferência de Bitcoin do mundo

Donald Trump estará na Bitcoin Conference 2024, que acontece em Nashville no final deste mês
Moeda prateada de Ethereum (ETH) em frente a um gŕafico de preço com candles em queda

Fundos de investimento em Ethereum sofrem maior saída de capital em dois anos

Com as saídas dos ETPs de Ethereum, os fundos de criptomoedas chegaram à terceira semana consecutiva de fluxo negativo acumulando perdas de US$ 30 milhões