Imagem da matéria: CEO do Solana Labs reconhece problemas da moeda em meio a constantes falhas na rede
Foto: Shutterstock

Embora a rede Solana não tenha passado por uma paralisação total desde a extensa interrupção em setembro de 2021, nem tudo foi às mil maravilhas nos últimos meses para o crescente blockchain de primeira camada.

Após recentes problemas de desempenho de rede, Anatoly Yakovenko, cofundador e CEO do Solana Labs, deu detalhes das “dores de crescimento” da plataforma conforme escala para atender às demandas.

Publicidade

No fim da última semana e durante o fim de semana, usuários do Solana foram às redes sociais e ao Discord para reclamar de problemas frequentes.

Transações na rede estavam estagnadas, geralmente demorando mais tempo que o normal para serem completadas ou falhando imediatamente conforme a rede sofreu para manter seu típico nível de processamento medido em transações por segundo (ou TPS, na sigla em inglês).

Em uma declaração compartida com o Decrypt na manhã desta segunda-feira (24), Yakovenko escreveu que a marca atingiu uma média recente de 800 TPS, uma queda da média comum acima de 3 mil TPS.

Para fins de contexto, a Ethereum, a principal rede blockchain de contratos autônomos, pode processar cerca de 15 TPS, em média.

Publicidade

Com cerca de ¼ do processamento comum no Solana, usuários que tentam enviar e receber fundos, interagir com ferramentas de Finanças Descentralizadas (ou DeFi, aplicações ponto a ponto para empréstimos e negociação de tokens) e compra e venda de tokens não fungíveis (ou NFTs) passaram por problemas.

Yakovenko discute sobre essas reclamações de que a rede caiu e dados de exploradores de blocos apoiam essa opinião. Porém, mesmo se o Solana ainda estivesse funcionando, o fez a um nível mais fraco.

O próprio site de status do Solana mostra uma “paralisação parcial” durante nove dias até agora em janeiro, citando ou “desempenho degradado” ou “instabilidade de rede” como motivo para cada uma.

“A rede não passou por períodos de paralisação desde setembro”, afirmou Yakovenko. “Apesar disso, hoje, a experiência de usuário não é o que deveria ser.”

Publicidade

Diferente da paralisação em setembro, cuja culpa foi de uma sobrecarga de transações enviadas por bots que tentaram manipular o lançamento de um token, Yakovenko escreveu que a “esmagadora maioria” de transações recentes são legítimas, “de atividades normais do mercado DeFi, e não usuários maliciosos ou ataques coordenados”.

No entanto, as transações estão se tornando cada vez mais complexas por natureza, afirma. Conforme o mercado DeFi do Solana ganha força, mais usuários estão enviando transações compostas que requerem recursos adicionais.

Por exemplo, um usuário pode tomar emprestado do protocolo de empréstimos Solend e, em seguida, acessar o formador automatizado de mercado (ou AMM) Raydium.

Token da Solana afetado

Com cada vez mais transações complexas envolvidas, validadores do Solana estão sofrendo para lidar com o fluxo constante de demandas de usuários.

“A rede está passando por dores de crescimento conforme integra uma nova classe de desenvolvedores e usuários sofisticados”, explicou Yakovenko.

Publicidade

Por quanto tempo essas dores de crescimento vão continuar? O maior e mais imediato problema, referente a “transações duplicadas” que chegam até validadores, foi solucionado na atualização à rede beta principal 1.8.14, lançada no último fim de semana.

O Decrypt entrou em contato com representantes do Solana para obter detalhes adicionais sobre o problema e como foi solucionado.

Em sua declaração, Yakovenko afirma que desenvolvedores principais do Solana estão testando soluções adicionais de escalabilidade, cuja previsão de lançamento é para daqui a oito ou doze semanas.

“Desenvolvedores fizeram muito progresso ao melhorar o desempenho da rede, mas o trabalho é contínuo”, acrescentou.

“As últimas 24 horas demonstraram que esses sistemas precisam ser melhorados para atender às demandas de usuários e suporte as transações mais complexas que agora são comuns na rede.”

SOL, o token do Solana, foi bastante afetado pela recente queda do mercado de criptomoedas.

Agora, SOL caiu 39% na última semana – a pior queda de qualquer moeda na lista dos 20 principais criptoativos por capitalização de mercado do site CoinGecko – a um preço atual de US$ 90.

Solana se recuperou um pouco desde manhã, mas perdeu 6% de seu valor nas últimas 24 horas. O amplo mercado cripto caiu menos de 5% durante esse período.

Publicidade

Segundo o CoinGecko, SOL perdeu 65,3% de seu valor total desde sua alta recorde de quase US$ 260, registrada em novembro de 2021.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso