Imagem da matéria: CEO do Mercado Livre participa de rodada de investimento na Ripio que captou US$ 50 milhões
Foto: Shutterstock

A Ripio, empresa argentina pioneira do mercado de criptomoedas da América Latina, anunciou nesta segunda-feira (20) a captação de US$ 50 milhões em rodada de investimentos Série B, liderada pelo Digital Currency Group (DCG).

Conforme o comunicado enviado à imprensa, o fundo Amplo VC e participantes individuais, como Marcos Galperin, fundador e CEO da Mercado Livre, e Martin Migoya, fundador e CEO da Globant entram para o rol de investidores do Grupo Ripio, que já conta com DCG, Tim Draper, Boost.vc., entre outros.

Publicidade

O investimento ajudará a fortalecer a posição da companhia na região, que acaba de ultrapassar 2 milhões de usuários distribuídos predominantemente entre seus dois principais mercados, Argentina e Brasil.

A empresa está em franca expansão pela América Latina, tendo consolidado sua posição no mercado brasileiro após concluir, em janeiro, a aquisição da BitcoinTrade, uma das principais exchanges do país. Além disso, a empresa continua a aumentar sua presença no México, Colômbia, Uruguai e Espanha.

“Estamos muito felizes em continuar consolidando nosso relacionamento com os investidores que impulsionaram nosso crescimento desde o início”, disse em nota Sebastián Serrano, Cofundador e CEO da Ripio.

A Ripio nasceu em 2013 como uma das primeiras startups de cripto do continente. Desde então, formou alianças estratégicas com Mercado Pago, Visa e Circle. A empresa realizou auditorias de compliance externas da Ernst & Young e PwC e montou uma equipe de 300 pessoas na Argentina, Brasil, Uruguai, México, Colômbia e Espanha.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
Imagem da matéria: O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

Notcoin é um jogo baseado no Telegram que nos últimos meses acumulou um total de 35 milhões de jogadores
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo