Imagem da matéria: Celestia (TIA) decola mais de 24% na semana em meio a febre de airdrops
Celestia terá teto de 1 bilhão de tokens nativos (Foto: Celestia)

Celestia (TIA), token nativo da blockchain de mesmo nome, está em um momento de forte valorização nesta sexta-feira (5). O ativo iniciou o dia marcando um ganho de 22% nas últimas 24 horas, que recuou para 11% no momento da redação deste texto.

O token é vendido atualmente a US$ 16,11 e sua valorização nos últimos sete dias é de 24% — ganho que dispara para 64% nos últimos 30 dias. O volume de transações bateu em US$ 814 milhões, segundo dados do Coingecko. A capitalização de mercado está em US$ 2,3 bilhões. 

Publicidade

O mercado aponta como um dos motivos para a alta do token TIA a sua política de staking agressiva: a rentabilidade é de 15% a 17% anuais para quem faz o uso do sistema de empréstimo e juros em plataformas nativas da blockchain.

Além disso, expectativas de futuros airdrops para os participantes de projetos baseados na Celestia faz com que as atenções dos investidores se voltem para a blockchain.

No início desta semana, a blockchain Dymension lançou seus tokens DYM para uma série de participantes do mercado, incluindo stakers da TIA. A nova blockchain Saga também anunciou que os usuários de Celestia serão contemplados pelo airdrop do seu novo token SAGA.

O que é a Celestia?

A ideia principal da Celestia é ser uma rede modular na qual os usuários poderão criar suas próprias blockchains.

“Celestia é um blockchain minimalista que apenas ordena e publica transações, mas não as executa. Ao dissociar as camadas de consenso e de execução de aplicativos, a Celestia modulariza a pilha de tecnologia blockchain e abre novas possibilidades para criadores de aplicativos descentralizados”, afirma o projeto em seu site oficial.

Publicidade

A ideia da Celestia, portanto, é possibilitar uma arquitetura modular para blockchain, na qual os desenvolvedores possam definir facilmente seus próprios ambientes de execução virtual; semelhante a máquinas virtuais, como a Ethereum Virtual Machine (MEV).

“Cada aplicativo obtém seu próprio espaço de execução soberano, ao mesmo tempo que herda a segurança do consenso da Celestia”, garante o projeto.

TIA entra na história como o token nativa dessa nova blockchain. O token tem diferentes funções, como garantir a segurança da rede por meio de staking, bem como para custear as taxas da rede e ser usado por rollups como forma de pagamento por espaço na blockchain.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Manhã Cripto: Bitcoin entra em compasso de espera, mas Notcoin dispara 5%

Notcoin, um jogo Play-to-Earn no Telegram, anunciou que sua base total de jogadores agora é de 40 milhões
o que é mineração de bitcoin

Mineradores de Bitcoin nos EUA batem valor de mercado recorde de US$ 22,8 bilhões

Banco americano destacou que quase todas as 14 mineradoras de Bitcoin negociadas na Bolsa dos EUA subiram nas duas primeira semanas de junho
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin celebra 11 anos com nova assinatura de marca

Mercado Bitcoin celebra 11 anos com nova assinatura de marca

Completando 11 anos, o MB introduz um novo posicionamento de marca, caracterizado por uma atualização na identidade visual
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Mercado de criptomoeda caminha para fechar a semana no negativo após o Fed indicar apenas um corte de juros no ano, com o Bitcoin voltando para US$ 66 mil