Imagem da matéria: CBOE Apresenta Novo Pedido de ETF de Bitcoin e Chances de Aprovação são Grandes
Foto: Shutterstock

A Cboe, maior bolsa de futuros do mundo, entrou com um pedido de abertura de um ETF (fundos de índices comercializados como ações) baseado em Bitcoin na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) no dia 20 de junho, segundo publicação no site da agência seis dias depois.

De acordo com o documento, a CBOE pretende listar e negociar ações de BTC e permitir que investidores no mercado público negociem o criptoativo.

Publicidade

A SEC solicitou, então, um feedback do público sobre o pedido. O comunicado solicita que “as pessoas interessadas estão convidadas a enviar comentários, visões e argumentos” sobre o ETF proposto, anotou a CCN.

Uma vez que um ETF do Bitcoin seja aprovado, um influxo de novo capital de investidores de varejo no mercado financeiro tradicional chegará ao setor de criptomoedas, podendo empurrar o valor e o volume dos principais criptoativos.

A Cboe é a terceira instituição que apresentou o mesmo pedido só neste início de julho. As outras são a SolidX Partners Inc e a Gemini, dos irmãos Winklevoss.

Muitos ETFs foram rejeitados pela SEC em 2017 devido à falta de regulamentações no exterior e manipulação de preços. Na época, as principais bolsas de criptomoedas, como as do Japão e da Coréia do Sul, não dispunham de estruturas e políticas regulatórias práticas para administrar o mercado.

Publicidade

Um relatório da Cboe diz que além de seu sistema de segurança, será mantido uma cobertura abrangente de seguros subscrita por várias empresas do setor para proteger os investidores. O seguro cobrirá perda, roubo, destruição, crime cibernético e perdas de chaves privada.

Três razões para um possível sinal verde

Muita coisa mudou desde a rejeição pela SEC do pedido de ETF Bitcoin proposto pelos Winklevoss em 2017. E por isso, de acordo com uma publicação do Bitcoinist nesta quinta-feira (12), há pelo menos três razões pelas quais a SEC poderia agora dar o sinal verde à Cboe.

1- Valor seis vezes maior

Quando o pedido de ETF dos Winklevoss foi rejeitado, o mercado perdeu empolgação e o Bitcoin caiu expressivamente (para a época), de US$ 1.350 para menos de US$ 1.000. E hoje, na média de US$ 6.200, é seis vezes maior e o valor de mercado da Bitcoin ainda é superior a US$ 100 bilhões.

2 – Proteção/Segurança

Serviços de custódia oferecidos a grandes empresas, como os da Coinbase (Coinbase Custody), é uma tendência.

3 – Regulamentação

Uma das principais razões para a rejeição de ETFs Bitcoin no passado foi a ausência de uma regulamentação, que mesmo a passos curtos estão acontecendo.

Publicidade

BitcoinTrade

A BitcoinTrade é a melhor solução para compra e venda de criptomoedas.
Negocie Bitcoin, Ethereum e Litecoin com total segurança e liquidez.
Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android:
https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral