Imagem da matéria: CBDCs poderia operar em blockchains como Ethereum, diz ex-diretor do projeto Yuan digital
Foto: Shutterstock

As moedas digitais de Bancos Centrais (CBDCs) devem avançar para uma moeda inteligente ao ponto de operar smarts contracts em blockchains como a do Ethereum, segundo o ex-diretor do Instituto de Pesquisa de Moedas Digitais do Banco Central da China (PBoC), Yao Qian. O comentário ocorreu durante sua participação no Fórum Internacional de Finanças (IFF), realizado em Pequim no último fim de semana, segundo informações do Coindesk.

As CBDCs não deveriam tentar ser apenas uma forma digital do dinheiro físico, disse Qian, mas também procurar se incorporar a funcionalidades de contratos inteligentes. Segundo ele, essa modalidade de stablecoin pode um dia operar em redes de blockchain como a da Ethereum.

Publicidade

Integração das CBDCs dependeria de regulamentação

Os comentários de Qian, contudo, tiveram algumas ressalvas. O número de incidentes de segurança decorrentes de vulnerabilidades de contratos inteligentes, por exemplo, mostra que a tecnologia ainda precisa amadurecer. Além disso, ressaltou, existem preocupações sobre o status legal em relação a contratos digitais. Ou seja, para a integração de uma CBDC neste sentido, surgiria uma dependência de regulação so setor.

Diante do tema, comentou o Coindesk, os bancos centrais devem adotar uma abordagem cautelosa, começando com contratos inteligentes simples e aumentando a complexidade à medida que a segurança e a legalidade se tornam mais garantidas.

A China tem trabalhado em testes de seu yuan digital com bancos comerciais e provedores de pagamento. No entanto, um CBDC não precisa necessariamente ser baseado em contas, concluiu Quia, que agora está à frente do Gabinete de Supervisão de Ciência e Tecnologia da Comissão de Valores Mobiliários da China.

Em teoria, concluiu também o Coindesk, por meio de uma abordagem de “dois níveis”, um yuan digital ou dólar digital poderia ficar na rede da Ethereum, ou na rede do Diem do Facebook. Desta forma, os bancos centrais poderiam fornecer CBDCs diretamente aos usuários sem a necessidade de intermediários.

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia

Maior banco da Colômbia lança corretora de criptomoedas

A plataforma Wenia visa atrair pelo menos 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas