Carteira de couro aberta mostra várias criptomoedas físicas
Shutterstock

O Mercado Bitcoin (MB), a maior plataforma de ativos digitais da América Latina, atualiza sua Carteira Recomendada Cripto para o mês de novembro para os perfis conservador, moderado e arrojado. O principal destaque é o aumento da exposição em Bitcoin nas recomendações de investimento.

O material tem como objetivo proporcionar aos investidores do varejo uma jornada mais segura e eficiente em suas alocações, usufruindo da experiência do MB.

Publicidade

De acordo com as análises de André Franco (CNPI) e Rony Szuster, analista de criptoativos do Research MB, a expectativa pela aprovação do ETF de Bitcoin à vista nos Estados Unidos, algo que tem o potencial de atrair uma quantidade significativa de capital, principalmente institucional, vem puxando para cima a cotação do BTC. Só no mês passado, a moeda disparou 28,5%; a expectativa positiva também refletiu positivamente em outras altcoins.

No contexto macroeconômico, a taxa básica de juros americana foi mantida na última reunião do FOMC (Federal Open Market Committee) em 1º de novembro. Por outro lado, no dia 3 de novembro, o relatório de empregos (payroll) nos EUA ficou abaixo das expectativas, com uma taxa de desemprego levemente superior, registrando 3,9% em outubro.

Isso pode sinalizar uma desaceleração nas altas de juros por parte do FED (Federal Reserve, o banco central norte-americano), o que impacta as expectativas de manutenção das taxas no próximo encontro, em 13 de dezembro.

“Por isso, em resposta a esses movimentos, optamos por aumentar a exposição ao Bitcoin em todas as carteiras, reduzindo, em contrapartida, a posição em caixa (alocada em USDC) e Ethereum. Na construção da carteira para investidores conservadores, o nosso principal cuidado foi priorizar a segurança dos investimentos com o objetivo de preservação do capital ao longo do tempo. Para perfis moderados, buscamos um equilíbrio entre risco-retorno e segurança. Já a nossa carteira arrojada foi desenvolvida para aqueles dispostos a assumir riscos em busca de possíveis resultados expressivos”, explica Rony Szuster.

Publicidade

Sendo assim, a Carteira Recomendada do Research MB para o mês de novembro ficou da seguinte forma:

PERFIL CONSERVADOR
85% em BTC
13% em ETH
2% em USDC

PERFIL MODERADO
80% em BTC
18% em ETH
2% em USDC

PERFIL ARROJADO
70% em BTC
22% em ETH
5% em DeFi (LDO)
3% em Smartcoins (STX, MATIC, MINA, com 1% em cada)

“Atualmente, a estratégia principal é aumentar a exposição ao Bitcoin. No entanto, é importante destacar que essa alocação não será permanente durante todo o próximo ciclo de alta. As alocações em Bitcoin, Ethereum e USDC têm o objetivo de minimizar a volatilidade associada aos protocolos mais recentes. Apesar de serem menos voláteis, os investimentos em Ethereum e Bitcoin ainda oferecem potencial de retornos significativos, como evidenciado pela valorização de mais de 400% do Ethereum e 58% do Bitcoin em 2021”, diz Szuster.

Como descobrir seu perfil

O projeto do MB também tem o objetivo de incentivar as pessoas a descobrirem o seu perfil de investidor: conservador, moderado ou arrojado. Para isso, a tokenizadora conta com a BIO Financeira, uma ferramenta gratuita, disponível para todos os clientes da plataforma, desenvolvida por meio de uma metodologia exclusiva para auxiliá-los a tomarem decisões mais certeiras em seus investimentos.

Como obter a Carteira Recomendada

A carteira não envolve custos adicionais. O acesso às análises de acordo com cada perfil está disponível por meio do blog do MB, neste link.

Para fazer o download da carteira recomendada para o perfil conservador, clique aqui. Quem tiver perfil moderado, pode conseguir as sugestões clicando aqui e perfil arrojado aqui.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Wells Fargo dos EUA e a Metaplanet do Japão anunciaram novos investimentos no Bitcoin
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas