Apresentadoras do canal UseCripto
Caroline Souza (à esq. e) e Kaká Furlan (Foto: Divulgação)

A educadora cripto Caroline Souza, que junto com Kaká Furlan fundou a plataforma de conteúdo UseCripto, anunciou uma transformação na iniciativa nesta segunda-feira (25). A dupla de especialistas em criptomoedas, que mantém um canal no Youtube com 160 mil inscritos e cerca de 5 milhões de visualizações, além de uma página no Instagram, está abandonando as altcoins e se “convertendo” ao maximalismo do Bitcoin.

No Twitter, Carol escreveu: “É o fim de um ciclo. O UseCripto acabou, pelo menos da forma como começamos. Foram 3 anos de muito estudo, experiência de mercado e muito proof of work pra chegarmos na conclusão que tava na hora de mudar”.

Publicidade

No entanto, com o fim da UseCripto surge a “Area Bitcoin”, o novo empreendimento das educadoras, cujo nome agora toma o lugar do antigo canal. Os motivos do fim do UseCripto, relatados por Carol em uma thread na rede social, revelam a necessidade de mudar o conteúdo da iniciativa que começou há três anos.

“Mudar representava continuar trabalhando empolgadas. Foi o caminho que escolhemos, por mais que não seja o mais óbvio ou fácil”, escreveu Caroline, ao anunciar a “Area Bitcoin”. Conforme descreveu, “a partir de agora somos Area Bitcoin, uma empresa de educação bitcoin only (somente sobre bitcoin) e o nosso propósito é acelerar a soberania das pessoas através do bitcoin”.

Adeus às altcoins

Procurada para comentar o assunto, Carol falou sobre o início do projeto, em 2019, quando viram nas criptomoedas uma solução para os problemas do sistema fiat. Segundo ela, de lá pra cá a visão da dupla mudou.

“Entendemos que na verdade muitas criptos reproduzem esse sistema. Só o bitcoin é o que muda de fato a estrutura do sistema financeiro e que devolve autonomia para as pessoas. Esse entendimento de mercado veio se fortalecendo há mais de um ano e durante esse processo nosso conteúdo foi se voltando para o bitcoin. Até que chegou um momento em que o nome UseCripto passou a não fazer sentido com o que acreditamos e educamos. Era preciso mudar, disse Carol ao Portal do Bitcoin.

Publicidade

“Foram meses de planejamento para essa virada”, disse também Kaká à reportagem. Ela explicou que não foi só uma mudança de nome, mas também de reestruturação no modelo de negócios”, afirma.

“A partir de agora somos uma aceleradora de soberania, um projeto de educação bitcoin multiplataformas. E o nome ‘Area Bitcoin’ representa tudo isso. Se antes o nosso nome era voltado para usabilidade, agora o novo nome traz abrangência, pois queremos educar sobre todos os aspectos que o bitcoin toca”.

E a dupla não para. Carol vai ser palestrante em duas conferências bitcoin only nos próximos meses: na Surfi’n Bitcoin em Biarritz na França agora em agosto e na Adopting Bitcoin em El Salvador em novembro.

Participação no Me Poupe!

No fim do ano passado, Nathalia Arcuri, uma das maiores youtubers de finanças do Brasil, dona do canal Me Poupe!, apresentou Carol e Kaká como “musas dos  investimentos” em Bitcoin no quadro ‘Donas do dinheiro’. Na época, foi anunciado também que a dupla de especialistas participaria do canal com dicas sobre o mercado.

Publicidade

Kaká conheceu o Bitcoin em 2011, mas não conseguiu comprar na época, voltando a tentar, com sucesso, em 2018. Carol comprou seus primeiros satoshis em 2017 e os mantém até hoje.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Plume, blockchain de tokenização de RWA, capta US$ 10 milhões em rodada de investimento

Plume, blockchain de tokenização de RWA, capta US$ 10 milhões em rodada de investimento

Plume hospeda mais de 80 projetos RWA, abrangendo itens colecionáveis, ativos alternativos, sintéticos, bens de luxo, imóveis, DeFi e muito mais
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Bitcoin e grafico de mercado

Traders de Bitcoin miram US$ 74 mil já na próxima semana com nova onda de fluxo positivo para ETFs

Com ETFs registrando quatro dias seguidos de entradas e dados de inflação nos EUA abaixo do esperado, o Bitcoin já começou a retomar a alta e superou os US$ 66 mil
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…