Imagem da matéria: Caixa Econômica inicia processo de IPO do 'Caixa Pay' e deve entrar no mercado digital
(Foto: Shutterstock)

No início da semana, a Caixa Econômica Federal (CEF) enviou a vários bancos de investimento pedidos para coordenação da oferta pública de ações (IPO) para sua futura credenciadora de cartões.

De acordo com o Valor Econômico, que citou fontes anônimas, o novo produto vai se chamar Caixa Pay e a instituição deve começará a atuar nesse mercado no segundo semestre de 2019, após o IPO da Caixa Seguridade.

Publicidade

Enquanto o lançamento não ocorre, a CEF trabalha para definir parcerias para a atuação da subsidiária de cartões. O banco abriu uma concorrência para selecionar um parceiro na área de adquirência e também de outros setores de atuação.

IPO de seguros da Caixa

Do mesmo jeito que há urgência na área de cartões, a CEF acelera o projeto de IPO na área de seguros.

A instituição havia recebido as propostas dos bancos para o IPO da Caixa Seguridade no dia 10 de maio. As reuniões com esses bancos aconteceram na semana seguinte. A proposta foi finalizada no sábado (18).

A instituição anunciou uma revisão da estratégia do modelo de exploração de produtos de seguridade. Nesta etapa, serão definidos novos parceiros no setores de habitação, capitalização, consórcios e automóveis.

Publicidade

Caixa vai vender ações

Outro anúncio se refere à venda subsequente (follow-one) de ações detidas por ela ou pelos fundos que administra em empresas como Petrobras, Alupar e Banco do Brasil.

A primeira dessas operações será a venda das ações na Petrobrás, em junho, num montante aproximado de R$ 9 bilhões.

“Esta operação está pronta e virá conforme a oportunidade de mercado”, disse uma fonte ao Valor.

As ações da Petrobras tiveram desvalorização no último mês — mas, no ano, acumulam alta.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Marcos Pasquim promove Mineradora Manah

Manah: Mineradora de ouro promovida por galãs da Globo é acusada de dar calote em investidores

Promovida por Márcio Garcia e Marcos Pasquim, a Mineradora Manah prometia pagar 3% ao mês aos investidores, mas agora está sendo acusada de calote no Reclame Aqui e nas redes sociais
Imagem da matéria: Justiça nega pedido de liberdade para PM acusado de vender armas ao "Faraó do Bitcoin"

Justiça nega pedido de liberdade para PM acusado de vender armas ao “Faraó do Bitcoin”

Réu é acusado de ser responsável pela segurança do criador da GAS Consultoria e vender armas para a organização criminosa
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken