Imagem da matéria: "Blockchain permite rastrear bandido em crimes digitais", afirma o ministro Paulo Guedes
Paulo Guedes diz que blockchain irá ajudar a combater o crime (Foto: Ascom/Ministério da Economia)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, classificou a tecnologia do blockchain como “interessante” em entrevista na noite de terça-feira (27) para o podcast Flow. Ele destacou o papel que o registro digital aberto e descentralizado pode ter no combate aos crimes digitais e também falou sobre a iminência da criação no Brasil de uma moeda digital de banco central (CBDC, na sigla em inglês), o chamado Real Digital.

O assunto blockchain surgiu na conversa após um dos entrevistadores perguntar sobre como o governo pode lidar com crimes como o roubo de celular e movimentação de dinheiro via PIX.

Publicidade

“No caso da criminalidade digital, nós vamos ter que mergulhar nisso. Existe uma tecnologia muito interessante, que é o blockchain”, disse Paulo Guedes. Segundo ele, o uso do blockchain permite rastrear criminosos e o dinheiro usado em golpes digitais.

Na explicação, o ministro disse que o Brasil irá ter em breve a “moeda digital” e fez um relato de como funcionaria: “Vai acabar esse negócio de dinheiro de papel, vai ser tudo digital”, disse ele.

E continuou: “vai ter uma blockchain embaixo, que dá um encadeamento todo, você pode fazer o tracking inteiro. Se alguém te sequestrar e o dinheiro for para algum lugar, como ele não tem dinheiro fisicamente para pegar, vai ter que desviar para uma conta, vai ser possível trackear e pegar o cara”.

A descrição de Guedes é como se espera que as moedas digitais de banco centrais funcionem, apesar de o termo CBDC não ter sido citado pelo ministro. Paulo Guedes já havia dito em novembro de 2020 que o Brasil está no caminho de criar sua CBDC. Na ocasião o ministro falou em um evento da Caixa que o Brasil estava à frente de muitos países em relação a uma CBDC (Moeda Digital do Banco Central).

Publicidade

Após essas ponderações, o entrevistador ressalta que existe um grupo estudando como hackear o código central do Bitcoin, mas que isso no momento levaria bilhões de ano.

Paulo Guedes então se mostra por dentro do tema: “Estão dizendo que, com computação quântica, eles vão fazer em três horas o que iam levar 30 bilhões de anos”.

Veja abaixo a participação de Paulo Guedes no Flow (a fala sobre blockchain começa após 3 horas e 14 minutos de vídeo):

Guedes, Bolsonaro e Blockchain

No dia 26 de novembro de 2020, o governo federal regulamentou o uso de blockchain no Brasil para o Comércio Exterior, de acordo com o Decreto 10.550, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e o Ministro da Economia, Paulo Guedes.

Publicidade

O documento, publicado no Diário Oficial da União na terça-feira (24), dá sinal verde para que a tecnologia que nasceu com o bitcoin possa ser usada na administração, fiscalização, controle e tributação das atividades aduaneiras.

A nova lei alterou o Decreto 6.759/2009 que regulamenta todas as operações no comércio exterior.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

Notcoin é um jogo baseado no Telegram que nos últimos meses acumulou um total de 35 milhões de jogadores
Logo da ftx, dólares e bitcoin

Analistas preveem alta no mercado cripto com ressarcimento bilionário a clientes da FTX

A FTX deve cerca de US$ 11 bilhões a credores, mas a massa falida conseguiu levantar mais de US$ 14 bilhões
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas