Bitmain lança nova geração da antiminer T e limita vendas a duas máquinas por pessoas

Vídeo: Polícia flagra fazenda clandestina com 500 máquinas de mineração de bitcoin na Rússia
Foto: Shutterstock


A Bitmain, empresa de mineração de bitcoin com sede na China, anunciou na segunda-feira (01) a Antminer T19. O modelo é uma versão mais barata dos principais modelos Antminer S19 e S19 Pro, lançados em fevereiros deste ano.

Segundo a descrição do produto, o preço do Antminer T19 é de US$ 1.749 (cerca de R$ 9 mil), mais em conta que a S19 (US$ 1.785) e S19 Pro (US$ 2.407). Quem comprar agora vai receber o equipamento entre 21 e 30 de junho, diz o site.

De acordo com a Bitmain, o equipamento tem uma taxa de hash de 84 TH/s ± 3%  (terahashes por joule). Conforme descreveu, o equipamento possui uma eficiência de energia de 37,5 J/TH ± 5% (terahashes por joule).

Ilustração da Antminer T19. Imagem: Reprodução/Bitmain

Mineração de bitcoin

Conforme detalhou a Bitmain, a T19 foi equipada com a mesma geração de chips da S19 e S19 Pro. “Garantindo operações capazes e eficientes para mineração de criptomoedas sob o algoritmo SHA256”, diz a nota.

Sobre a velocidade e desempenho, a empresa diz que se comparada ao modelo anterior, a Antminer T17, a T19 melhora muito o desempenho, “permitindo que os mineradores obtenham melhor eficiência e ganhos”.

“O T19 também utiliza a nova fonte de alimentação APW12 e o firmware atualizado, que oferecem velocidades de inicialização mais rápidas para uma experiência de mineração otimizada”.

Venda limitada

A fim de impedir problemas no estoque e garantir mais compradores individuais nesse lote, a Bitmain limitou apenas duas antminers por pessoa.

Isto porque há empresas que compram esse tipo de produto aos milhares. 

Ainda na descrição do produto, a Bitmain diz que “é altamente recomendável usar as pools Antpool e BTC.com para o serviço de mineração.