Imagem da matéria: "Bitcoin vai acabar sem valor", diz gestor americano que previu grandes bolhas
Gestor de investimentos Jeremy Grantham (Foto: Stuart Isett/Fortune Brainstorm/Divulgação)

O cofundador da gestora americana GMO, Jeremy Grantham, disse em entrevista publicada no jornal Valor Econômico na terça-feira (16) que o valor do bitcoin vai cair para zero.

Na opinião do britânico, conhecido por prever a bolha das empresas “pontocom” em 2000 e a crise financeira de 2008, a criptomoeda não possui valor intrínseco.

Publicidade

“Quem quiser aplicar nesse tipo de ativo, vá em frente e se divirta, mas meu palpite é que, um dia, vai acabar essencialmente sem valor”, disse.

As críticas não pararam por aí. Ele também afirmou que “o bitcoin não faz crescer nada e não produz nada” e não tem “retorno real”. Para Grantham, o valor do ativo digital deriva na fé de seus investidores.

Ele defende que o ouro faz um papel melhor na função de reserva de valor. “O ouro tem sido testado há 10 mil anos ou mais. É indestrutível e único em seus atributos. Então é uma boa escolha, se quiser ter uma moeda com valor baseado em fé”, disse ao jornal.

Apesar das críticas, o gestor teceu alguns elogios à criptomoeda. “O BTC é um tema muito complexo e interessante. A tecnologia subjacente (blockchain) é, claramente, uma poderosa evolução e será usada cada vez mais”, falou o empresário.

Publicidade

Críticas dos entusiastas do bitcoin

No início de março, Jeremy Grantham disse ao jornal irlandês Irish Times que recebeu críticas da comunidade de entusiastas do bitcoin:

“Recebi diversos insultos sobre a minha senilidade, a minha idade e a minha ignorância sobre o tema. Além disso, insultaram as minhas ‘orelhas grandes’, que foi algo que não acontecia desde que eu tinha sete anos de idade”.

Grantham afirmou ao Irish Times que a hostilidade dos investidores ao mercado indica que uma bolha está prestes a estourar no mercado de investimentos. O britânico também criticou o frenesi recente causado pelas ações da Gamestop e da Tesla.

O empresário fala sobre uma possível bolha no mercado das criptomoedas desde 2018. Em janeiro daquele ano, ele disse em uma carta para investidores que “o estouro ou fase final da (bolha) seria dentro dos próximos seis meses a dois anos (janeiro de 2020)”.

Publicidade

O BTC era negociado a US$ 11 mil no final daquele mês, segundo o CoinMarketCap. A suposta bolha ainda não explodiu e, nesta terça-feira (16), três anos depois da previsão de Grantham, um bitcoin vale US$ 55,6 mil. Em reais, segundo o Índice do Preço do Bitcoin, o ativo digital é negociado em R$ 314 mil.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Uma semana antes da demissão, o funcionário produziu um relatório afirmando que a DWF Labs lucrou milhões através da manipulação de mercado de seis tokens
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

Como declarar tokens de utilidade no Imposto de Renda 2024?

Entenda como declarar os utility tokens, ativos que dão acesso a serviços específicos
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso