Imagem da matéria: Bitcoin teria sido motivo para assassinato de empresário, diz Polícia de Santa Catarina
Foto: Shutterstock

A Polícia Civil de Santa Catarina trabalha com a possibilidade de que um empresário tenha sido assassinado por conta de negócios com bitcoins.

Nesta segunda-feira (11), a Polícia Civil de Santa Catarina prendeu temporariamente o suspeito de ter praticado o homicídio, ocorrido na quinta-feira (7) em Balneário Camboriú. Em nota oficial a Polícia diz que o crime pode ser sido “motivado por uma dívida decorrente de uma transação de Bitcoin

Publicidade

Alguns detalhes foram revelados em reportagem do jornal Notícias de Santa Catarina. A vítima, Júlio Fernando de Andrade Niccioli, teria entregado R$ 100 mil ao homem para aplicação em criptomoedas. Desse valor, R$ 40 mil teriam sido usados em uma movimentação malsucedida e os outros R$ 60 mil teriam sumido. 

Niccioli então teria passado a cobrar pelo investimento, e essa teria sido a causa de seu homicídio.

O empresário foi encontrado morto dentro do seu carro com um tiro, na manhã da sexta-feira (10). Segundo a investigação, o suspeito efetuou um disparo com arma de fogo e depois saiu do local, após ter recolhido todos os objetos que pudessem incriminá-lo.

Porém, segundo o jornal, depoimentos de testemunhas e imagens de câmeras de segurança possibilitaram que o suspeito fosse identificado.

O autor do crime tem 22 anos e possui uma residência em Balneário Camboriú (SC), cidade onde ocorreu o crime. Os policiais foram até o endereço, mas foram avisados de que o suspeito teria ido para a cidade de Cascavel (PR).

Após fugir, o autor do crime se entregou em uma delegacia do estado do Paraná e confessou o homicídio. Como o tempo para prisão em flagrante já havia passado, foi liberado. Mas logo depois a Justiça autorizou um pedido de prisão preventiva e suspeito foi encaminhado então para o presídio de Itajaí.

Publicidade

Segundo o delegado que conduz as investigações, Júlio era corretor de valores, mas não trabalhava com Bitcoin. Teria sido o autor do crime que fez o empresário entrar em contato com a área.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Se a SEC aprovar os pedidos de ETF de Ethereum nesta quinta-feira, enviará um sinal positivo que pode levar o ativo a disparar, assim como ocorreu com o Bitcoin em janeiro
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Bandeira da Argentina com moeda de Bitoin do lado

Argentina se reúne com autoridades de El Salvador para discutir adoção de Bitcoin

Há cerca de três anos, El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a incorporar o Bitcoin, junto com o dólar, como moeda oficial
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023